Bloco de Esquerda de Lousada reagiu às legislativas: “Números refletem confiança no partido”

Bloco de Esquerda de Lousada reagiu às legislativas: “Números refletem confiança no partido”

O Bloco de Esquerda de Lousada não deixou passar em branco o resultado das eleições legislativas. Consideraram que a sua representatividade na Assembleia da República é o reflexo da “confiança” que os portugueses têm no partido e vem consolidar “a posição [do BE] a nível nacional como a terceira força politica mais representada na Assembleia da Republica”. 

Embora não tenham aumentado a representatividade no parlamento como era o objetivo do BE, conseguiram ” manter o mesmo número de deputados numa conjectura difícil para quem era só apoiante de um governo Socialista”. 

Eduardo Magalhães, do núcleo concelhio do Bloco de Esquerda, disse que o Bloco “conseguiu estancar a saída de votos para o Partido socialista e mais importante que tudo, evitar que este conseguisse uma maioria absoluta, o que levaria a um retrocesso no plano partidário pois deixaria de se consolidar a viragem do país à esquerda”. Mas acusa a “má organização distrital” de culpada pela perda de um deputado em relação a 2015, “o que inquestionavelmente deve levar a uma reflexão interna na forma amadora como a campanha foi organizada pelos responsáveis do Partido”. 

Aproveitou a oportunidade para alertar que, se o BE quer ser mais forte, tem de aumentar a organização e o foco fora do grande Porto. “Não é só olhando para o grande Porto que o partido poderá crescer e se não derem mais atenção a esta região do Vale do Sousa, que é das mais densamente populosas da região, dificilmente o Partido terá um crescimento nos próximos anos”, disse Eduardo Magalhães.

Apelou ainda que simpatizantes e aderentes do Bloco de Esquerda de Lousada se aproximem mais da estrutura do partido.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta