Empresários do estado do Paraná estiveram na região para conhecer potencial económico

Empresários do estado do Paraná estiveram na região para conhecer potencial económico

Um conjunto de empresários do estado do Paraná, no Brasil, estiveram esta segunda-feira, dia 30 de setembro, de visita à região do Tâmega e Sousa.

A iniciativa esteve integrada num encontro empresarial promovido pelo consórcio “Tâmega e Sousa Internacionaliza”, constituído pela Comunidade Intermunicipal (CIM) do Tâmega e Sousa, Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa (CETS), Ader-Sousa – Associação de Desenvolvimento Rural das Terras do Sousa, Dolmen – Desenvolvimento Local e Regional – CRL e Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico do Porto  (ESTG-IPP).

Com a visita, os empresários do Paraná – que têm estado a fazer uma ronda de norte a sul do país para conhecer as suas potencialidades –  ficaram a conhecer melhor a região e deram a conhecer as potencialidades do seu estado, com a intenção de que novos negócios possam surgir depois desta visita.

A comitiva brasileira foi recebida ao início da tarde na Câmara Municipal de Felgueiras, pelo vereador Joel Costa, Emídio Monteiro, presidente do Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa, e por Telmo Pinto, primeiro secretário da CIM do Tâmega e Sousa.

Seguiu-se um almoço tradicional onde a comitiva pôde degustar os sabores da região e, depois, deu-se uma visita à Cooperativa Agrícola de Felgueiras, onde ficaram a conhecer a atividade desta instituição.

Seguiram depois para Quinta da Torre, a produtora dos vinhos S. Caetano, em Marco de Canaveses, onde foram recebidos pelo vice-presidente do Município de Marco de Canaveses, Bruno Magalhães e por André Amaral, responsável pela produção desta marca.

Marco Tadeu Barbosa, presidente da Federação das Associações Empresariais do Paraná, presente no evento de hoje, explicou que tal associação representa não individualidades mas antes associações comerciais, num total de 290, e mais de 50 mil empresas. A associação cobre mais de 80% do estado do Paraná, com 11 milhões e meio de habitantes e 300 mil empresas.

“Quisemos vir para cá para colocar o Paraná no cenário, porque muitas vezes o que falam do Brasil é apenas o Rio de Janeiro, São Paulo e Amazónia, mas na verdade a região do sul do Paraná é muito forte em muitos setores, como por exemplo, na agroindústria”, salientou.

A intenção com estas ações é aproximar o estado do Paraná de Portugal, e por cá já avistaram a possibilidade de exportarem alguns dos seus produtos. “Bebidas, azeites, mercado imobiliário”, são alguns dos setores e produtos que Marco Tadeu Barbosa afirmou já estarem em vista trazerem para o mercado português.

Para Telmo Pinto, primeiro secretário da CIM do Tâmega e Sousa, este encontro é uma oportunidade de dar a conhecer a região, assim como o seu tecido económico e, neste caso específico, ao estado do Paraná. “Este estado não tem grandes relações com Portugal, e é um dos mais ricos do Brasil, com um rendimento per capita alto, com 11 milhões e meio de habitantes e, por isso, consideramos que pode ser vantajoso e trazer bons negócios”, frisou.

No final da receção na Quinta da Torre, seguiu-se uma sessão de networking com empresários portugueses.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta