CHTS quer travar obesidade e lança consulta multidisciplinar para tratamento cirúrgico

CHTS quer travar obesidade e lança consulta multidisciplinar para tratamento cirúrgico

A obesidade é um problema que assiste a 15 % da população do país. Só em Portugal, há 2176 doentes à espera de cirurgia de obesidade. É perante estes números que o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) acaba de arrancar com as consultas multidisciplinar para tratamento cirúrgico da obesidade. 

As consultas envolvem a avaliação, respetivamente, de quatro especialidades: Psiquiatria, Nutrição, Endocrinologia e Cirurgia Geral, contando também com o apoio de mais duas valências, Gastroenterologia e Imagiologia. A partir desta terça-feira, dia 17 de setembro, as consultas multidisciplinares passam a estar disponíveis neste centro hospitalar.

A obesidade, considerada uma doença crónica, representa um problema de saúde pública e é definida como uma patologia na qual o excesso de gordura corporal acumulada pode afetar a saúde.

Diabetes, hipertensão, patologia osteoarticular e risco de desenvolver patologia cardiovascular são algumas das complicações causadas pela obesidade que resultam num absentismo laboral elevado e em gastos avultados com medicamentos e consultas.

Em junho deste ano, de acordo com dados da Administração Central do Sistema de Saúde, a nível nacional havia 2176 doentes à espera de cirurgia de obesidade. Só na área de influência do CHTS existem 492 pedidos de avaliação para cirurgia.

Este protocolo visa promover a melhoria da qualidade e diferenciação dos serviços prestados aos doentes abrangidos; assegurar resposta às necessidades dos utentes, no que respeita ao acompanhamento desta valência e assegurar o desenvolvimento da capacidade dos proficirurais do CHTS para assegurar o funcionamento gradualmente autónomo de uma Unidade de Tratamento Cirúrgico da Obesidade e Doenças Metabólicas.

 

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta