Autarcas de Amarante, Baião e Marco de Canaveses investigados por viagem à Turquia em 2015

Autarcas de Amarante, Baião e Marco de Canaveses investigados por viagem à Turquia em 2015

Os autarcas que exerciam funções em 2015 nos municípios de Amarante, Baião e Marco de Canaveses estão a ser investigados pelo Ministério Público, na sequência de uma viagem realizada a Istambul, na Turquia, em abril de 2015.

As despesas desta viagem terão sido pagas pela empresa de informática ANO – Sistemas de Informação e Serviços, com o objetivo de conseguir contratos públicos. O caso foi divulgado na manhã desta quarta-feira pelo jornal Público, tendo já sido acusados o presidente e o vice-presidente da Câmara Municipal de Penamacor pelo crime de “recebimento indevido de vantagens”

O Ministério Público solicitou a perda de mandato destes dois autarcas, bem como a sua condenação ao pagamento de 885 euros, cada, valor que corresponde à vantagem indevida que terão recebido.

Para além dos já referidos, estão também a ser investigados os autarcas de Amares, Cabeceiras de Basto, Ferreira do Alentejo, Leiria, Mêda, Mondim de Basto, Nordeste, Pinhel, Póvoa de Lanhoso, Santa Maria da Feira e Vila Nova de Famalicão. Bem como as empresas municipais Ecalma, de Almada, e Vimágua, de Guimarães, divulga aquela publicação.

O Ministério Público defende que esta viagem terá sido organizada para deixar os autarcas dos municípios mais recetivos às proposta da empresa, referindo que esta foi uma viagem de cariz “lúdico e recreativo”, tendo apenas existido duas reuniões de trabalho.

Ainda de acordo com o jornal Público, das 15 câmaras municipais que aceitaram o convite da empresa, apenas as de Amares e Ferreira do Alentejo não adjudicaram contratos à empresa ANO, nem antes nem depois da viagem.

Entretanto os autarcas dos municípios da região do Tâmega e Sousa que serão alvos de investigação já reagiram a este caso.

1 comentário

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

1 Comentário

  • Carlos Macedo
    19 Setembro, 2019, 0:31

    O senhor presidente da C M Amarante não participou nessa viagem.

    REPLY