Castelo de Paiva investe mais de 19 mil euros na educação no arranque do ano letivo

Castelo de Paiva investe mais de 19 mil euros na educação no arranque do ano letivo

Hoje, na rua das escolas de Castelo de Paiva, não faltaram os beijos de “boa sorte” dos pais para filhos no começo do novo ano letivo. De mochila às costas, muitos entraram “com o pé direito”, esperam.

Pé direito ou não, a certeza é que contaram com alguns apoios para este regresso às aulas, por parte do executivo, que investiu mais de 19 mil euros ao atribuir a todos os alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico livros de fichas e atividades. Tendo em conta que houve, por parte do Governo, o financeiro dos manuais escolares, o presidente da câmara municipal, Gonçalo Rocha, afirmou que tal permitiu “aliviar o esforço financeiro da câmara dessa oferenda aos alunos, e que dá agora a possibilidade de investir em outros incentivos aos estudos”. 

Mas a autarquia vai também assegurar o transporte escolar, o serviço de refeições, Lanche e Fruta Escolar, as Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC’S), a Hora do Conto através dos técnicos da Biblioteca Municipal, bem como a Componente de Apoio Psico-Pedagógico, Bolsas de Estudo e Mérito, Desporto e Animação no Pré-escolar e, por fim, um Plano Integrado de Combate ao Insucesso Escolar em parceria com a CIM-Tâmega e Sousa.

Castelo de Paiva viu aprovado também um financiamento de mais de 400 mil euros para o combate ao insucesso escolar, iniciativa em parceria com a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, “que tem de ser concretizado em três anos”, realçou o autarca. O montante já começou a ser investido, disse, em atividades de enriquecimento curricular como a “Sala do Futuro, bem como os recursos humanos que vão permitir a sua implementação”.

 

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta