Paredes: Modelo educativo inovador traz Ministro da Educação ao Agrupamento de Cristelo

Paredes: Modelo educativo inovador traz Ministro da Educação ao Agrupamento de Cristelo

Em semana de arranque do novo ano letivo, e já depois de ter passado pelo município de Marco de Canaveses, numa escola profissional – EPAMAC, Tiago Brandão Rodrigues, ministro da Educação volta a destacar-se na região do Tâmega e Sousa com a visita ao Agrupamento de Escolas de Cristelo, no concelho de Paredes. Neste caso, uma escola “única” pelo novo método de avaliação e plano educativo desenhado. Trata-se de uma das sete escolas que foram selecionadas, há três anos, para estar no Projeto-Piloto de Inovação Pedagógica. Com isto dizer que foi uma das escolas que testou um novo modelo de avaliação e ensino, no caso, oito semanas de avaliação intensa com uma paragem para descanso, começou por explicar Mário Rocha, diretor do agrupamento.

O agrupamento de Cristelo, com cerca de mil alunos em turmas desde o ensino pré-escolar até ao 9º ano, testou no ano letivo 2016/2017 uma primeira inovação: avançou com referenciais de integração curricular (RIC) de oito em oito semanas, apesar de continuar a ter apenas os três períodos de avaliação para os alunos.

Os referenciais de integração curricular já apelidados de “Rics” são “módulos” de disciplinas que trabalham articuladas durante oito semanas. Isto é, durante oito semanas várias disciplinas vão trabalhando entre si dentro de uma área de ensino, por exemplo a Europa. “Queremos ensinar a Europa a partir do local até ao global, com disciplinas que expliquem aos alunos como funciona a europa, estando por isso disciplinas como português, geografia, ciências e artes diretamente ligadas”, explicou o diretor do agrupamento, acrescentando que nas inovações apresentadas há ainda a semana temática, a última de cada período de oito e, por isso, de cada módulo.

“Estas semanas dedicam-se às áreas de competência do perfil dos alunos envolvendo a comunidade educativa para abordar temas como linguagem e texto, resolução de problemas, estado de saúde e ambiente”, explicou o diretor.

No novo ano letivo, o que vem acrescentar de novo à avaliação de oito em oito semanas é “uma paragem de uma semana, que serve não só para marcar um momento de avaliação e de alteração no módulo, mas também para os professores poderem preparar o módulo seguinte”.

Para que estas paragens acompanhem o período letivo anual, os alunos têm menos uma semana de férias no Natal e na Páscoa e menos 15 dias nas ditas “férias de verão”.

Tiago Brandão Rodrigues, Ministro da Educação, foi recebido em euforia por dezenas de alunos que sabem estar numa escola “diferente”, tanto que o Ministro da Educação os escolheu para abrir o ano letivo.

“Escolhi esta escola pelo projeto pedagógico, mas com isso não estou a atestar ou a dizer que este projeto se tem de impor aos projetos pedagógicos das outras escolas. Estes esforços de flexibilização, sempre baseados na autonomia das escolas, dão a cada uma delas a oportunidade de desenhar o seu projeto pedagógico”, avançou o governante, salientando a importância de cada escola definir o seu plano educativo uma vez que defende que “todas as escolas têm características diferentes. Uma escola num centro urbano é diferente de uma escola do interior, logo o plano pedagógico terá de ser diferente, adaptado à realidade de cada um”.

Para o Ministro, as medidas adotadas pelas diferentes escolas nos diferentes projetos educativos “não são um fim em si mesmo, mas instrumentos para chegarmos a um fim”: combater o insucesso escolar.

Segundo dados apresentados pelo diretor Mário Rocha, o sucesso escolar está à vista com esta implementação. “Há três anos, a escola tinha 48% de alunos sem negativas. Este ano, o valor sobe para quase 80% dos alunos com sucesso pleno. Com este indicador, percebemos a importância do projeto não só nas taxas de retenção dos alunos, como na excelência apresentada”. Mas as taxas de retenção “também praticamente desapareceram”, informou Mário Rocha.

A visita foi acompanhada pelo presidente da Câmara Municipal de Paredes, Alexandre Almeida e por um grupo de alunos, que fazem parte do jornal da escola, a quem coube a missão de fazer a reportagem de todo o evento.

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Publicidade

banner-lousada-700x262

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta