Uvas, cestos e tesouras. Já se prepara a Festa das Vindimas nos Desamparados em Cinfães

Uvas, cestos e tesouras. Já se prepara a Festa das Vindimas nos Desamparados em Cinfães

Parece que a época das vindimas ainda está longe mas há quem já esteja a preparar os cantares, as cestas para a apanha, e a tesouras para o corte dos cachos de uvas. É o caso do Desamparados, em Cinfães, que todos os anos, na primeira semana de outubro, realizam a Festa das Vindimas.

A Associação de Jovens dos Desamparados tenta manter vivas as tradições da sua terra. As vindimas são uma delas e que muitas histórias os mais velhos todos os anos têm para contar aos mais novos. Para tal realizam caminhadas e trilhos todos os anos que passam em quintas que, por norma, aproveitam o feriado do 5 de outubro para fazerem a vindima. Cestos à cabeça e cachos de uvas na mão é, assim, o cenário mais fácil de visualizar por estes dias nesta localidade.

Entre os dias 4 e 6 de outubro, o cenário repete-se: três dias de festa entre visitantes, amigos e também turistas que aproveitam a época para vir vindimar aos Desamparados. Apanha-se as uvas, come-se os petiscos típicos da época. Este é um evento organizado pela associação e que vai aliar a musica tradicional, a comercialização do vinho da região, a doçaria local, os petiscos, o artesanato e o desporto.

Além disso, vai haver a Caminhada Corrida de Trilhos das Vindimas, percorrendo algumas das localidades de Oliveira do Douro, em Cinfães, onde as vinhas nesta altura do ano estão mais coloridas. “Este ano o percurso vai passar principalmente em Ruivais e Desamparados. Escolhemos sempre caminhos diferentes de ano para ano e tentamos, em colaboração com as juntas, limpar os caminhos por onde passamos”, referiu o presidente da associação, José Luís.

O ponto de encontro é nos Desamparados, pelas 9h30, e a inscrição tem um custo de três “passos”. Há brindes, seguro e um reforço para os que participam. A caminhada tem cerca de oito quilómetros e a corrida de trilhos 10 quilómetros. Tudo isto acontece a 5 de outubro. A inscrição pode ser feita aqui. 

O percurso vai passar por várias quintas de modo a que os participantes vejam as pessoas a vindimar. Já no recinto da festa, o vinho dos anos anteriores pode já ser provado. “Vamos ter vinhos de Cinfães, rotulados, e também de produtores locais, que acompanham bem com os petiscos”, explicou José Luís.

Esta festa “é já uma tradição”, numa terra “com forte tradição de vindimas porque as pessoas tinham muitas quintas”. Por essa razão, os bailes das vindimas foram passando de geração em geração e esta associação tem-na mantido viva com a Festa das Vindimas, a realizar no próximo mês. “Agora queremos é mais turistas aqui na festa, para que possam conhecer a verdadeira animação que por aqui se passa neste fim de semana“, mencionou a ambição o presidente.

Publicidade

banner-lousada-700x262

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta