Tem 91 anos e foi de Marco de Canaveses para vencer concurso de Pão-de-ló na AGRIVAL

Tem 91 anos e foi de Marco de Canaveses para vencer concurso de Pão-de-ló na AGRIVAL

Aos 91 anos, há quem diga que já não tem paciência para cozinhar. Mas esse não é o caso de Laurinda Ribeiro. Veio de Marco de Canaveses para participar no concurso no Concurso de Melhor Pão-de-Ló da 40.º Agrival. Já é habitual vir até cá mostrar o resultado da sua receita, e este ano foi a vencedora.

Laurinda Ribeiro nasceu em Penafiel, mais precisamente em Castelões e, por isso, possui “um carinho grande pela AGRIVAL”. Vencer este concurso com a receita que mais lhe dá “prazer fazer” foi para si um motivo de satisfação, salienta, embora esta já não seja a primeira vez que é congratulada com o primeiro lugar do pódio (ainda há dois anos o conquistou).

Se hoje é uma conquistadora de prémios de melhor pão-de-ló, Laurinda diz que o deve ao seu casamento, pois até lá nunca tinha feito nenhum na vida. A receita manteve-se até aos dias de hoje e já passou de geração em geração, para que não se perca. E será difícil a receita ficar esquecida, até porque teve 11 filhos, dos quais já há netos que também já sabem alguns ingredientes. O único problema é que Laurinda só sabe dizer as quantidades a olho e não escreve a receita, passa-a “de boca em boca”.

Além do primeiro lugar conquistado por Laurinda Ribeiro, Joaquim Moreira, de Penafiel, ficou em segundo lugar e o terceiro lugar foi atribuído à Padaria Real de São Martinho de Recezinhos. Ao todo, participaram 15 pessoas no concurso.

José Rocha, da Direção Regional da Agricultura, salientou que estes concursos têm por objetivo “incentivar os produtores a manter vivas as receitas e continuarem a produzirem” o que de melhor há de sabores na região.

Publicidade

banner-lousada-700x262

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta