Felgueiras vai ter Ano Municipal da Educação

Felgueiras vai ter Ano Municipal da Educação

A Câmara Municipal de Felgueiras vai celebrar o Ano Municipal da Educação, no próximo ano letivo. Para marcar o arranque do mesmo, o local escolhido foi o Auditório da Biblioteca e Arquivo Municipal de Felgueiras que, no próximo dia 5 de setembro, vai acolher a cerimónia de abertura.

Pelas 10h00, os docentes do concelho vão ser recebidos nesta sessão, onde serão apresentados os  pilares fundamentais propostos para a comemoração do Ano Municipal da Educação. A comemoração do Ano Municipal da Educação pretende assinalar o reconhecimento da importância e reflexo dos processos de educação e formação no desenvolvimento económico, social e cultural do concelho.

Segue-se um conjunto de visitas à Oficina de Conservação Restauro, à Aldeia do Burgo, ao Mosteiro de Sta. Maria de Pombeiro e à Villa Romana de Sendim. O almoço volante será servido no Parque de Campismo de Vila Fria.

A comemoração do Ano Municipal da Educação pretende assinalar o reconhecimento da importância e reflexo dos processos de educação e formação no desenvolvimento económico, social e cultural do concelho.

Com a ideia de que “o futuro faz-se no presente” a reger a este ano letivo 2019/2020, como explica o executivo municipal em nota enviada à imprensa, o Município de Felgueiras pretende “assumir e desenvolver o seu papel de impulsionador, mediador e facilitador em matéria de estratégia e política de educação e formação”.

Para tal, explicam que é pretensão “desenvolver um trabalho de proximidade com e entre todos, desconstruir problemas, construir soluções e sonhar em conjunto, tendo sempre no horizonte um amanhã melhor por e para Felgueiras”.

O Ano Municipal da Educação organiza-se e vai desenvolver-se em torno de quatro pilares fundamentais. Por um lado, o Património e Memória, em que pretendem reforçar a identidade local, “porque não se pode amar e cuidar do que não se conhece”, salientam. Para tal, querem disponibilizar à comunidade educativa um conjunto de recursos e atividades sobre o património e memória local, atividades essas que resultem em programas educativos que, futuramente, constituam estratégias identitárias que perpetuem a nossa história e tradições.

A ocupação romana, o artesanato, as tradições agrícolas, o rico património edificado e o incalculável legado imaterial de Felgueiras e das suas gentes são alguns dos aspetos que esperam destacar neste pilar. 

Outro dos pontos será a Cidadania e Sustentabilidade e, para tal, vão ser criados mecanismos que promovam a ecocidadania num mundo em que os efeitos das alterações climáticas assumem cada vez maiores proporções é uma urgência.

Por outro lado, a Saúde e Bem Estar vai ser outro dos pilares, dando continuidade à aposta e promoção da alimentação saudável. “Temos um leque alargado de atividades a propor a toda a comunidade. Pretendemos dinamizar um projeto ao nível do desperdício alimentar Rap’O Prato, workshops alusivos à alimentação saudável, concursos e campanhas de divulgação e promoção de hábitos de vida saudáveis”, explica o executivo em comunicado.

O último pilar, mas nem por isso menos importante, destacam, é a Inovação e Sucesso Educativo. Neste, pretendem assegurar a implementação das atividades do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar e alargar o seu âmbito, permitindo a inclusão de outras áreas como a literacia financeira, o cinema de animação, a educação artística, etc, e a dinamização de programas de animação e apoio educativo ao nível da rede pública do 1º Ciclo do Ensino Básico e Pré-Escola.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta