Viagens na nossa terra: 10 locais a visitar em Celorico de Basto

Viagens na nossa terra: 10 locais a visitar em Celorico de Basto
Fotografia: Trilhosemilhas

Para quem vive no Porto, basta seguir pela A4 que a menos de uma hora chega a Celorico de Basto, este local que tanto tem para mostrar. Fica situado no concelho de Braga, permitindo, através da A7/IC5, através do nó na cidade de Fafe ou na localidade do Arco de Baúlhe, chegar a Braga, Guimarães, Vila Real e outros locais.

Mas sem sair daqui, já há muito para ver. Umas sapatilhas confortáveis, toalha na mão e protetor solar para fugir das queimaduras do sol são o ideal para poder usufruir daquilo que Celorico de Basto tem para lhe oferecer neste 10 locais a visitar:

1. Igreja de Santa Maria de Veade

Fonte: Associação de municípios do Baixo Tâmega

A Igreja de Santa Maria de Veade foi edificada no século XIII mas foi profundamente alterada no século XVIII. Do românico mantêm-se até aos dias de hoje os portais laterais, apesar de, na época barroca, terem sido revolvidos. Os portais norte e sul existentes nesta igreja são profundamente ornamentados e, por isso, retratam bem a sua época de construção.

É, assim, um local ideal para visitar sozinho mas também em família, principalmente com os mais novos que têm trabalhos da disciplina de História para fazer. Até porque, no seu interior, são evidentes os vestígios do gosto barroco da família de Álvaro Pinto, comendador de Lamego. Entre o uso da talha dourada, à policromia do granito, até ao rodapé azulejar da capela-mor, a expressão “horror ao vazio”, com que alguns caraterizam este estilo, adquire aqui particular expressão.

2. Castelo de Arnoia

Este castelo românico fez parte do movimento de encastelamento que entre os séculos X e XII. Quem o visita rapidamente se apercebe que foi construído com fim defensivo, pela sua torre de menagem, o torreão quadrangular, e a existência de uma única porta e a cisterna.

Este espaço foi já alvo de várias escavações, que permitiram encontrar testemunhos arqueológicos  relativos à ocupação da fortaleza entre os séculos XIV e XVI. Ou seja, em tempo de paz este espaço serviu apenas para a organização administrativa e do poder senhorial que tutelava o território.

Foi abandonado em 1717, quando as elites deixaram o pequeno lugar da vila de Basto, mudando a sede do concelho para a freguesia de Britelo, onde hoje se localiza Celorico de Basto.

No local há ainda o pelourinho, a casa das audiências e a botica.

3.Igreja do Salvador de Ribas

“A tradição atribui a fundação de um pequeno mosteiro em Ribas pela mão dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho. Teria cabido a D. João Peculiar, arcebispo de Braga, a proteção deste mosteiro, marcado pela presença do padre D. Mendo, cujo corpo providenciaria milagres muito depois do seu falecimento, em 1170, embora tal não tenha sido documentalmente provado”, pode ler-se no site da câmara municipal.

Este espaço espelha a exuberância da talha nos retábulos [altares] e na sanefa que coroa e reveste o arco triunfal, os caixotões do teto e a balaustrada do coro. No espaço há imagens do Santíssimo Salvador, da Virgem do Vale e da Virgem do Rosário.

4. Piscinas Municipais ao ar livre

As Piscinas Municipais ao ar livre, em Celorico de Basto, têm um espaço total de  8340,00m2. Foram inauguradas em 2015 e tem um amplo espaço verde, uma piscina para adultos e para crianças. Obedece às condições necessárias à prática desportiva de natação e é ideal para umas tardes de piscina e exposição solar.

5. Parque o Urbano do Freixieiro

Nas marges do rio surge o Parque Urbano do Freixeirinho, um espaço dotado de condições para passar momentos de lazer, tendo em conta o elevado número de arborização, nomeadamente de plátanos e amieiros, com o rio de fundo. Há ainda moinhos tradicionais a completar a panorâmica, que foram recentemente recuperados.

Há um mini campo de jogos para acrescentar mais diversão ao parque, para além do parque infantil, do bar, restaurante, zona de merendas,  relvados acessíveis e um amplo parque de estacionamento.

6. Parque de campismo e caravanismo de Celorico de Basto

Este parque fica situado junto à praia fluvial de Celorico de Basto, um dos locais mais requisitados para o campismo, com mais de 63 campistas residente, adiantou a autarquia ao Jornal A VERDADE. O Parque de Campismo e Caravanismo de Celorico de Basto tem capacidade para 350 campistas, fica situado a 19 km de Amarante, perto do Porto, Braga e Vila Real

O seu espaço contempla alojamento em Bungalows, permite campismo, caravanismo, atividades lúdicas, possui restaurante/Bar, e muitos momentos de lazer e diversão.

7. Moinhos de Argontim

São 10 moinhos de água que foram recuperados que integram o circuito de Moinhos de Argontim. Localizado no rio Bugio,  o espaço permite a circulação de visitantes.

8. Serra do Viso

O ponto mais alto de Celorico de Basto é a Serra do Viso. Fica a 856 metros de altitude e possui um miradouro junto à Capela de N. S. do Viso qu permite avistar o o monte da Senhora da Graça, no concelho vizinho concelho de Mondim de Basto, o Castelo de Arnoia e uma vasta paisagem em 360.º à volta.

Já está próxima a romaria em honra da Nossa Senhora do Viso. No segundo domingo de setembro dezenas de pessoas vão juntar-se à capela para a festa.

No inverno é natural ver esta serra coberta de neve, o que constitui um forte atrativo.

9. Parque de Lazer de Ourilhe

O Parque de Lazer de Ourilhe, localizado no centro da freguesia que lhe dá o nome, possui um espaço com churrasqueira, ponto de água, mesas e bancos, parque infantil com alguns equipamentos de recreio para várias idades.

10. Praia fluvial de Celorico de Basto

Este é um espaço que, nesta época do ano, reúne gente vinda de muitos locais. Não só de Celorico de Basto, como de concelhos vizinhos, que procura a tranquilidade da água desta praia fluvial, assim como o repousar no espaço verde que a circunda.

Posto isto, dar um saltinho a Celorico de Basto é uma viagem que se justifica.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta