Amarante: Mulher desaparecida desde terça-feira encontrada sem vida no rio Tâmega

Amarante: Mulher desaparecida desde terça-feira encontrada sem vida no rio Tâmega

A mulher de 63 anos, natural de Amarante, que se encontrava desaparecida desde esta terça-feira, dia 6 de agosto, foi encontrada este sábado sem vida nas margens do rio Tâmega, perto de Marco de Canaveses.

O corpo encontrado pela GNR foi identificado como sendo de Cidalina da Conceição Moura. Era perto das 17 horas quando o corpo foi encontrado, segundo fonte próxima da família da vítima revelou ao Jornal A VERDADE, adiantando que objetos que pertenciam à mulher foram também encontrados em Fregim.

Cidalina Moura foi vista pela última vez em casa, pelo seu marido, segundo a GNR, na terça-feira. Era perto das 12 horas de terça-feira quando o companheiro de Cidalina se ausentou para comprar o almoço e, aquando do seu regresso, uma hora depois, a sua esposa já não se encontrava em casa, segundo relatou a filha do casal, Maria Basto.

A filha contou que a mulher terá levado o telemóvel consigo, mas que, aparentemente, terá ficado sem bateria na quarta-feira, dia 7, tendo em conta que deixou de se possível contactar. O telemóvel foi depois encontrado em Fregim, perto do rio.

Maria Basto explicou ao Jornal A VERDADE que a sua mãe estava a recuperar de um acidente que tinha sofrido há dois meses, e que, desde então, estava “apática e depressiva, sem vontade de comer, muito fraca”.

 

1 comentário

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

1 Comentário

  • Antonio Alves
    10 Agosto, 2019, 22:03

    estou triste; conhecia bem essa pessoa e o marido; calma e simpatica; que descanse em paz.

    REPLY