ExpoMontemuro levou “cerca de 75 mil pessoas em cinco dias” a Cinfães

ExpoMontemuro levou “cerca de 75 mil pessoas em cinco dias” a Cinfães

Depois de cinco dias de festa, a ExpoMontemuro terminou com um balanço que vai “para além das expectativas”, adiantou Armando Mourisco, presidente da câmara municipal de Cinfães, ao Jornal A VERDADE.

“Foram milhares de pessoas, alegria, muita economia, muitos produtos locais comercializados, muito marketing territorial”, começou por explicar o autarca.

Adiantou ainda que a ExpoMontemuro tem sido uma aposta ganha pelo facto de que tem permitido fazer com que Cinfães seja reconhecido “nível interno, nomeadamente na região e no país, mas também a nível internacional. Por isso, melhor que isto, era impossível”.

Os números desta edição da ExpoMontemuro falam por si. “Os registos aéreos permitiram chegar a uma contagem de cerca de 15 mil pessoas diárias”, disse o presidente da câmara no domingo, aquando do balanço das festividades, o que, multiplicado pelos cinco dias do certame, dá um total de cerca de 75 mil pessoas.

A ExpoMontemuro tem-se vindo a afirmar como uma “geringonça”, segundo o autarca local, que é como quem diz “um compêndio de música, arte, cultura e gastronomia”.

O evento ainda tem capacidade para crescer, mas é necessário ter “os pés bem assentes na terra”. Em todo o caso, Armando Mourisco afirmou que os cinfanenses já não lhe perdoariam se o evento terminasse, e, por isso, ficou a garantia de que a ExpoMontemuro vai continuar.

 

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta