Publicidade

banner-baiao-festas-700x259

Associação Empresarial de Penafiel de baterias apontadas ao setor industrial

Associação Empresarial de Penafiel de baterias apontadas ao setor industrial

A 1 de abril deste ano, João Pedro Begonha assumiu funções como secretário-geral da Associação Empresarial de Penafiel (AEP). Pedro Bessa, presidente da direção, referiu então a propósito da nomeação que se trata de “uma aposta na geração de valor, de novos projetos e novos desafios para a AEP”, assim como “na qualidade profissional e pessoal e no conhecimento sobre o associativismo que João Pedro Begonha indiscutivelmente possui”.

Aos 36 anos, o vasto currículo do gestor nascido no Porto vai ao encontro das declarações de Pedro Bessa. Formado em Gestão e Administração de Empresas na Universidade Católica e com uma pós-graduação em Análise Financeira na Porto Business School, João Pedro Begonha trabalhou como gestor de património no Banco Espírito Santo por um período de cinco anos.

Na área política, o portuense foi assessor do grupo parlamentar do CDS nas áreas da economia, inovação e administração pública, tendo ainda sido adjunto da secretária-geral do partido, Assunção Cristas, durante três anos.

Ao Jornal A VERDADE, João Pedro Begonha assegurou ter tido uma “adaptação muito rápida” à realidade da AEP, o que foi facilitado pela equipa, que o recebeu “muito bem”. “Faço parte da família e vamos procurar trabalhar em conjunto”, sublinhou.

Na AEP, o secretário-geral tem como missão levar a cabo um “projeto de crescimento e de dinamização da entidade e do tecido empresarial local e regional”. As “ideias traçadas” em prol desse objetivo têm como foco “a indústria”, em particular na realização de ações de formação junto das empresas de forma a potenciar a “internacionalização” e o “aumento da exportação” das mesmas.

Outro dos objetivos definidos pelo secretário-geral passa pela “ligação com as instituições do norte do país”, nomeadamente “museus, universidades e empresas” que permitam aos “empresários sócios da AEP capacitar-se com parcerias”. “Queremos lucrar trabalhando em conjunto e criar valor acrescentado às empresas”, explicou.

João Pedro Begonha apontou ainda como meta para o seu mandato “aumentar a notoriedade da AEP nas freguesias do concelho”, procurando “proporcionar diversidade de experiências e uma rede de contactos alargada”. Este objetivo pode ser facilitado pelo facto do homem que gere os destinos da AEP ser um “secretário-geral de terreno”: “tenho uma grande abertura de espírito, capacidade diplomática e penso que sou um relações públicas exemplar”, referiu.

Publicidade

banner-lousada-700x262

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta