Liliana Vieira e João Oliveira assumem funções no Rotary Clube de Castelo de Paiva

Liliana Vieira e João Oliveira assumem funções no Rotary Clube de Castelo de Paiva

O Rotary Clube de Castelo de Paiva tem novas pessoas ao comando. Na passada sexta-feira, dia 12 de julho, deu-se o jantar de transmissão de tarefas do clube.

Marina Granja, até então presidente do clube, cessou neste dias as suas funções, passando a ser João Oliveira Gonçalves o seu sucessor. O Rotary, neste mandato, vai continuar a seguir as linhas orientadoras do clube, mas também expandir a sua atividade na comunidade.

“Queremos ser interativos internamente, nomeadamente nas nossas reuniões, torná-las mais dinâmicas, realizar palestras com outros profissionais, com temas novos que possa ser discutidos e enriquecedores, assim como trazer as nossas famílias para cá, para que possamos conviver”, disse João Oliveira Gonçalves ao Jornal A VERDADE.

Já no que respeita à interação do Rotary com a comunidade geral paivense, o novo presidente afirmou que vão ser criadas sinergias com a comunidade, e que pretendem “estreitar ligações com redes locais, nomeadamente com IPSS, de modo a que sejam identificados problemas e que possamos atuar neles”. 

No que concerne ao Rotarac, Marcos Carvalho passou o testemunho a Liliana Vieira, que passa agora a assumir-se como presidente. Satisfeita com o cargo, a jovem pretende continuar o trabalho que foi realizado até então, fomentando laços com os jovens locais, atuando o seu trabalho em problemas existentes nesta faixa etária.

Além disso, Liliana Vieira disse querer cativar mais jovens para o clube. “Queremos criar o club interact em Castelo de Paiva, que é direcionado para os jovens entre os 12 e os 18 anos para que os valores de Rotary sejam incutidos nos jovens destas idades, onde terão um papel importante é cooperante na sociedade”, acrescentou.

Ainda assim, explicou que o rotaract “é uma escola de líderes, com imensas oportunidades direcionadas para os jovens, desde projetos internacionais como por exemplo, erasmus, intercâmbios, entre outros, asso, como projetos nacionais que são definidos ao longo de cada ano rotário”, disse Liliana Vieira.

Relativamente aos Rotary Kid, Leonor Maldonado segue o seu mandato em curso, satisfeita com o ano que cumpriu. Ainda assim, os objetivos para este mandato são claros: cumprir o que ainda não conseguiu cumprir: “ajudar na limpeza do Rio Sardoura, plantar árvores, fazer feirinhas para juntar algum dinheiro, queremos ir visitar um lar de idosos para lhes fazer um bocadinho de companhia e ouvir histórias que nos queiram contar, também queremos dar mais passeios por Castelo de Paiva para conhecer melhor a nossa terra e também vamos doar brinquedos. Temos muitas coisas que podemos fazer”. 

Leonor Maldonado explicou ao Jornal A VERDADE que fazer parte do Rotary Kids é “fazer parte de um clube de crianças, ajudados e apoiados pelo Rotary Club de Castelo de Paiva, onde o objetivo passa por querer aprender, ajudar, servir e fazer o bem aos outros e à nossa terra”.

Ao mesmo tempo, disse, os membros do clube que representa conseguem aliar estes valores à brincadeira e à diversão, garantiu. “É uma honra muito grande pertencer ao Rotary Kid”, salientou.

 

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta