‘Final feliz’ para homem de Penafiel que estava desaparecido na Suíça

‘Final feliz’ para homem de Penafiel que estava desaparecido na Suíça

Terminou o pesadelo para a família de José Joaquim Cunha, o homem natural da freguesia de Rio de Moinhos, em Penafiel, que esteve vários dias desaparecido na Suíça.

Desorientado, o português de 52 anos foi encontrado este sábado, dia 22 de junho, por uma cidadã que o reconheceu após o comunicado público emitido pela polícia do cantão de Genebra. “Andava na rua a passear e já não sabia onde estava. Uma senhora estava a ler a notícia e olhou para o lado e reconheceu-o. Foi então que chamou a polícia”, esclareceu Rui Fonseca, emigrante de Marco de Canaveses na Suíça e conhecido do desaparecido.

O homem de Penafiel terá chegado à Suíça no passado dia 17 de maio e o seu carro foi encontrado abandonado na região de Bernex no dia 18 de junho, segundo a polícia, que indicou que o português estava numa situação de “depressão”.

A polícia encaminhou Joaquim Cunha para um hospital local, onde recebeu a medicação necessária, de acordo com o quadro clínico detetado.

Os familiares residentes na Alemanha vieram em seu auxílio e no sábado de tarde, José Joaquim Cunha teve alta do hospital, dormindo na companhia de familiares na casa de Rui Fonseca.

Já no domingo, foi encaminhado para a casa de uma irmã no Luxemburgo, de onde partirá de regresso a Portugal nas próximas horas.

Vitor Almeida
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta