Publicidade

banner-festas-do-marco-2019-700x394
Banner-Expomontemuro-2019-700x315

Amarante: Projeto”Mães com Amor” apoia mães de cidadãos com deficiência e incapacidade

Amarante: Projeto”Mães com Amor” apoia mães de cidadãos com deficiência e incapacidade

Desde o dia 27 de abril, decorre em Amarante o projeto “Mães com Amor”. Criado por Mónica Ribeiro, psicóloga e colaboradora da Cercimarante, este plano de inovação social tem, sessão após sessão, vindo a apoiar um grupo de 20 mães de cidadãos com deficiência e incapacidade.

Mónica Ribeiro explica como surgiu a ideia de criar este projeto, que é apoiado pela Cercimarante. “Enquanto colaboradora desta cooperativa, de há 20 anos a esta parte, encontrei muitas mães cansadas, depressivas, exaustas, com muitas dúvidas, anseios e medos, sentindo-se sós nesse longo caminho que é cuidar de alguém muito especial e, ao mesmo tempo, sem ninguém disponível para as ajudar. Enquanto psicóloga, e para meu enriquecimento e valorização pessoal, senti que esta era a altura certa de as ajudar”, afirmou.

A explicação para o nome do projeto, essa, é simples: “estas mães são muito especiais, e têm um amor especial, tão forte e tão profundo para com os seus filhos, por isso, só poderia chamar-se ‘Mães com Amor'”.

Uma vez por mês, o grupo de mães tem encontro marcado com Mónica Ribeiro nas instalações do Centro de Formação e Reabilitação Profissional da Cercimarante. Em cada sessão (decorreram três até agora), as mães partilham emoções, preocupações, vivências e medos, mas também realizam atividades lúdicas, tais como passeios, visitas e convívios.

Esses programas, garante a psicóloga, são “fundamentais para estas mães, pois cuidar dos filhos preenche-lhes a quase totalidade do tempo”. “É importante que também possam ter tempo para elas, para cuidarem delas, para se distraírem, passearem, sem qualquer sentimento de culpa”, acrescentou.

O sigilo profissional não permite a Mónica Ribeiro revelar casos específicos. Porém, a psicóloga afirma que o que mais a tem tocado nestas sessões é “a necessidade que estas mães têm de partilhar as suas experiências, emoções e desejos”, visto que “precisam de ser ouvidas, amadas e compreendidas“.

Este projeto é gratuito e aberto à comunidade, não se dirigindo apenas às mães dos clientes/formandos dos serviços da Cercimarante. “Não fazia sentido restringir a participação às mães dos clientes/formandos da Cercimarante porque, com certeza, existem muitas ‘Mães com Amor’ em todo o concelho de Amarante”, explicou Mónica Ribeiro.

Para finalizar, a fundadora do projeto mostrou-se “muito feliz” com a evolução verificada após cada sessão: “sinto que estas mães com amor estão felizes e que, aos poucos, vão sentindo este projeto como sendo também delas”.

A próxima sessão do projeto está marcada para 26 de julho e Mónica Ribeiro convida todas as mães de cidadãos com deficiência e incapacidade a participar.

Publicidade

Banner-Festival-Francesinha-Felgueiras-700x446

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta