Publicidade

banner-baiao-festas-700x259

Marco de Canaveses: Primeiros testes da eletrificação da Linha do Douro começaram ontem

Marco de Canaveses: Primeiros testes da eletrificação da Linha do Douro começaram ontem

O dia 4 de junho vai ficar na história do concelho de Marco de Canaveses. O primeiro comboio elétrico, ainda que de teste, partiu da Estação do Marco até à Estação de Caíde, pelas 17 horas desta terça-feira, para fazer os primeiros testes à eletrificação da linha, que se encontra em fase final.

Iniciados em novembro de 2018, os trabalhos de eletrificação da Linha do Douro, no troço Caíde – Marco, decorreram durante quatro meses com a linha encerrada à circulação de comboios. Foi reaberta no dia 1 de abril deste ano e, passados dois meses, começam a dar-se os últimos passos nesta eletrificação.

Entre representantes da Infraestruturas de Portugal e da Comboios de Portugal, populares e autarcas, encontrava-se o presidente da Comissão de Utentes da Linha do Douro, António Pereira. Visivelmente satisfeito com a “concretização de um sonho”, o representante dos utentes sublinhou que este “é o passo final desta eletrificação”, afirmando que a comissão só fica completamente satisfeita quando “o comboio elétrico de passageiros chegar ao Marco”.

A primeira ligação da tensão elétrica à catenária aconteceu na sexta-feira, dia 31 de maio, tendo sido desligada novamente. A corrente voltou a ser ativada esta terça-feira “e já não é mais desligada”, garantiu António Pereira. “Eu sempre acreditei. Foi com muita luta, muito trabalho e custo, mas sempre acreditei nesta obra”, enalteceu.

Após estes testes na eletrificação da linha, resta apenas a certificação por parte do IMTT. “A data está apontada para julho. A partir de hoje o IMTT tem de aprovar, tem de dar a certificação. Julgo que mais um mês e temos cá o comboio elétrico”, sublinhou.

Cristina Vieira, presidente da Câmara Municipal de Marco de Canaveses, também marcou presença no local. “Hoje vimos aqui o concretizar de um sonho, de uma expectativa que foi criada aos marcoenses ao longo destes anos”, recordando que ainda que seja uma viagem de testes “não há dúvidas que esta linha está eletrificada”.

Com a eletrificação da linha, e segundo a autarca, o concelho de Marco de Canaveses vai ter mais movimento e também vai conseguir “capitalizar mais em termos económicos”, acrescentando a necessidade de requalificar a área envolvente à Estação do Marco. “Estamos já a ultimar o projeto de expansão deste parque de estacionamento. Vai ter mais de 100 lugares disponíveis e vai dar resposta a muitos daqueles que vão viajar de comboio”, disse.

A autarca aproveitou a ocasião para recordar que, a partir do próximo mês, os preços dos passes vão baixar. “As famílias marcoenses vão sentir esse impacto nas suas finanças. O passe social vai entrar em funcionamento já em julho”, concluiu.

Esta viagem marca o ponto de partida da fase final da eletrificação da Linha do Douro, no troço Caíde-Marco, uma obra ambicionada há vários anos e que agora fica terminada.

Publicidade

banner-lousada-700x262

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta