Publicidade

banner-baiao-festas-700x259

Joaquim Almeida vai ser ouvido quinta-feira no Tribunal de Marco de Canaveses

Joaquim Almeida vai ser ouvido quinta-feira no Tribunal de Marco de Canaveses

O alegado duplo homicida Joaquim Almeida, detido pela Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte na manhã de quarta-feira, dia 5 de junho, vai ser presente a tribunal esta quinta-feira, dia 6 de junho, no Tribunal de Marco de Canaveses.

O detido estava a monte há oito dias e foi detido hoje em Varziela, em Felgueiras, pela prática de dois homicídios qualificados. Há suspeitas de que terá sido ajudado por pessoas da localidade. As autoridades acreditam que Joaquim Almeida estaria a planear fugir do país.

Na ocasião, na via pública, após ter efetuado ação de vigilância a espaço frequentado pelas vítimas, o arguido, munido de uma espingarda caçadeira, efetuou dois disparos que vitimaram um casal na terça-feira, dia 28 de maio, junto à pastelaria Delícias da Avó, em S.Gens, no concelho de Amarante. O detido estava em fuga há oito dias.

O detido, empresário com 48 anos e sem antecedentes criminais, vai ser presente à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Recorde-se que o alegado homicida matou um homem de 46 anos, dono da pastelaria Delícias da Avó, assim como a sua companheira, uma mulher com 38 anos, não resistiu aos ferimentos no tórax que a bala lhe provocou. O alegado autor dos disparos foi o ex-marido da mulher.

Até ao momento, a Polícia Judiciária ainda não avançou com pormenores da captura de Joaquim Ribeiro.

Publicidade

banner-lousada-700x262

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta