Publicidade

banner-baiao-festas-700x259

Linha do Douro: Colocação de tensão elétrica no troço Caíde-Marco de Canaveses arranca esta sexta-feira

Linha do Douro: Colocação de tensão elétrica no troço Caíde-Marco de Canaveses arranca esta sexta-feira

O processo de colocação de tensão elétrica da catenária na Linha do Douro, no troço Caíde- Marco de Canaveses, vai iniciar-se esta sexta-feira, dia 31 de maio, segundo divulgou a Infraestruturas de Portugal (IP).

A eletrificação deste troço encontra-se em fase final, estando a ser colocada a corrente alternada de 50 Hertz e à tensão de 25 mil Volts, conforme indica a mesma empresa, explicando também que esta infraestrutura ferroviária passa a estar em tensão, pelo que alertam para os perigos da mesma, nomeadamente “fenómenos de indução eletromagnética que se manifestam pela presença de tensão entre as canalizações e o solo”.

A IP realça que o perigo é tanto maior quanto a distância entre a linha e as catenárias, nome técnico dado à estrutura elétrica. Assim, é alertado para que, quem efetuar trabalhos próximos, deve evitar tocar nas linhas com as mãos nuas, devendo usar material isolante de proteção.

Para a comunidade em geral, a empresa vai instalar redes de proteção nas passagens superiores rodoviárias e pedonais, que ainda não tenham esses dispositivos, por forma a impedir contactos acidentais com as partes em tensão elétrica da catenária.

A Infraestruturas de Portugal S.A, alerta ainda para os perigos decorrentes dos fenómenos elétricos associados, que podem resultar da tensão elétrica utilizada, da existência de corrente elétrica nos carris, e da indução eletromagnética e influência elétrica. De acordo com a empresa, “qualquer contato acidental, ou aproximação do equipamento aéreo, mesmo por intermédio de jato de água, apresenta riscos de eletrocussão”, recordando que “qualquer cabo caído no solo deve ser sempre considerado em tensão”.

As viagens de testes estão previstas decorrer na próxima segunda e terça-feira, dias 3 e 4 de mjunho, seguindo-se a certificação da linha pelo IMT. A chegada dos comboios elétricos ao troço Caíde-Marco vai acontecer durante o mês de julho, sem data indicada. No entanto, verifica-se cerca de um mês de atraso da data inicialmente apontada.

Publicidade

banner-lousada-700x262

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta