Associação de Municípios do Baixo Tâmega aprovou adesão do município de Resende

Associação de Municípios do Baixo Tâmega aprovou adesão do município de Resende

A Assembleia Intermunicipal da Associação de Municípios do Baixo Tâmega (AMBT) aprovou por unanimidade esta quinta-feira, dia 16 de maio, a adesão do município de Resende a esta associação. A proposta foi levada a assembleia intermunicipal pelo Conselho Diretivo da AMBT.

Paulo Pereira, atual presidente da associação e autarca de Baião, congratulou-se com a entrada dos novos membros, dando enfâse ao trabalho “que a associação tem vindo a desenvolver” bem como à importância da sua consolidação através da adesão de novos municípios. “A entrada de Resende demonstra a vitalidade da AMBT na sua ação de desenvolvimento. É um projeto de coesão territorial, que agora vai do Baixo Tâmega ao Douro Litoral”, sublinhou.

Já em 2018, Paulo Pereira, considerava que a reentrada do Marco de Canaveses, se revestia “de particular importância para esta associação, potenciando o trabalho conjunto no território, em áreas comuns, como a promoção turística, dos produtos endógenos, do património natural e cultural”. Passado sensivelmente um ano e meio à frente dos destinos desta associação, esta posição consolida-se com a entrada do município de Resende. “A AMBT é um ator estratégico nesta região, perspetivando-se a adesão de outros municípios, o que é demonstrativo da valia da nossa ação”, destacou.

Por sua vez, o presidente do município de Celorico de Basto e vice-presidente da AMBT, Joaquim Mota e Silva, salientou que “a entrada de Resende e de outros municípios no seio da AMBT vai permitir um ganho de escala, dimensão e massa crítica na região que vai permitir melhorar a coesão territorial”.

Para o presidente do município de Amarante, José Luís Gaspar, “a entrada do município de Resende na AMBT reveste-se de um significado muito especial porque permitirá alargar esta associação a um território que tem muito em comum com o Baixo Tâmega”.

O autarca de Amarante realçou ainda que “o município de Resende tem vindo a trabalhar recentemente com esta associação através do desenvolvimento de alguns projetos comuns como a Rota do Românico. Encontrará na AMBT um ambiente favorável para o desenvolvimento de outros projetos e que isso permitirá reforçar ainda mais o papel desta associação no território”.

A Associação de Municípios do Baixo Tâmega passou assim a integrar os municípios de Amarante, Baião, Celorico de Basto, Marco de Canaveses e Resende, abrangendo uma área territorial de 982,22 km2 e uma população de cerca de 160 mil habitantes.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.