Militar de Paços de Ferreira internado com “prognóstico reservado”

Militar de Paços de Ferreira internado com “prognóstico reservado”

Esta terça-feira, dia 14 de maio, um militar do Exército natural da freguesia de Ferreira, no concelho de Paços de Ferreira, sentiu-se mal no decorrer de uma prova que realizava no Campo Militar de Santa Margarida, em Santarém.

David Leal, de 23 anos, foi transportado para a Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de Abrantes com suspeita de ter sofrido um golpe de calor. De seguida, foi transferido para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa.

Esta quinta-feira, o estado de saúde do pacense agravou-se, tendo sido sujeito a um transplante de fígado. A informação foi dada ao Jornal de Notícias pela major Elisabete Silva, porta-voz do Exército, que referiu que, após ter-se verificado um “agravamento da função hepática” do jovem, este foi sujeito à referida intervenção cirúrgica, a qual “correu bem”.

Ainda assim, a militar alerta que “o prognóstico continua reservado”, aguardando-se agora a evolução clínica do doente.

Elisabete Silva revelou ainda que a suspeita inicial de que David Leal teria sofrido um golpe de calor “está afastada”, apesar de ser ainda desconhecida a verdadeira causa do seu estado de saúde. “Não houve excesso de esforço físico, era um esforço físico completamente normal para qualquer militar, as condições a nível de hidratação dos militares estavam completamente garantidas, de alimentação, de apoio médico”, garantiu.

Perante este cenário, o Exército abriu um processo de averiguações para compreender as causas do sucedido.

Nesse âmbito, na manhã desta sexta-feira, os 140 militares que frequentam o mesmo curso foram sujeitos a uma colheita de sangue no Hospital Militar, em Lisboa, com vista a averiguar causas que levaram ao internamento do colega internado.

Refira-se ainda que, durante o dia de ontem, o jovem foi visitado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que é também comandante Supremo das Forças Armadas.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.