Publicidade

banner-festas-do-marco-2019-700x394
Banner-Expomontemuro-2019-700x315

CHTS dedicou quatro dias às comemorações do Dia Internacional do Enfermeiro

CHTS dedicou quatro dias às comemorações do Dia Internacional do Enfermeiro

O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) assinalou, entre os dias 11 e 14 de maio, o Dia Internacional do Enfermeiro. Várias foram as atividades realizadas em vários concelhos da região do Tâmega e Sousa, organizadas pelos pelas equipas de enfermagem dos diferentes serviços do CHTS.

“Celebrar o Dia Internacional do Enfermeiro é importante pelo que representa este grupo profissional na sociedade, nas equipas de saúde e no CHTS, ao valor acrescentado que podemos dar à nossa população com os trabalhos que têm vindo a ser realizados”, explicou o presidente do Conselho de Administração, Carlos Alberto Couto da Silva.

O  Serviço de Urgência do Hospital de São Gonçalo promoveu, no dia 11 de maio, duas ações de formação de suporte básico de vida com o tema “Um escuta sempre alerta“, na sede dos Escuteiros do Agrupamento 448 de Amarante.

No dia 12 de maio, data em que se assinalou oficialmente o Dia Internacional do Enfermeiro, deu-se em Penafiel um PeddyPapper intitulado “À descoberta pelos caminhos do Românico” que, juntando enfermeiros e comunidade, teve início no Mosteiro do Salvador de Paço de Sousa. Também o Memorial da Ermida, Ermida da Nossa Senhora do Vale e Casa da Companhia foram outros dos locais da Rota do Caminho do Românico visitados.

Já em Amarante, foi realizada a Operação de Sensibilização para a Saúde, em conjunto com a Guarda Nacional Republicada (GNR). Durante a manhã, junto à Câmara Municipal de Amarante, uma equipa de enfermagem distribuiu informação útil sobre prevenção, atuação e cuidados saúde como, por exemplo, sinais e medidas de atuação perante um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e a importância da adoção de um estilo de vida saudável para a promoção da Saúde.

Os enfermeiros do CHTS visitaram, no dia 13 de maio, a freguesia de Fervença, em Celorico de Basto, para efetuar a entrega de roupas e bens essenciais angariados. A iniciativa, realizada em estreita parceria com o departamento de Ação Social da Câmara de Celorico de Basto, contou com o apoio da Amorim Gerações – Felgueiras (armazém de revenda de têxteis), Pingo Doce (loja de Amarante), todos os Serviços do CHTS, tendo sido o transporte assegurado pela Câmara Municipal de Amarante. Foram também realizados rastreios junto da população da freguesia.

Os enfermeiros, desta vez da área da pediatria, viajaram até ao Centro Escolar de Santa Marinha de Zêzere no mesmo dia. As crianças escutaram da voz dos profissionais o que é ser-se enfermeiro, bem como a importância de lavar bem as mãos como medida de prevenção para a saúde. Já no concelho de Penafiel, os enfermeiros do Serviço de Urgência do Hospital Padre Américo levaram à Escola Secundária de Paredes uma ação de formação em Suporte Básico de Vida, para alunos do 11.º ano.

A equipa de enfermagem do Serviço de Urgência Pediátrica do CHTS deslocou-se, ainda a 13 de maio, à Escola EB1 da Esperança, no Marco de Canaveses, para mais uma sessão de educação para a saúde do projeto “As tuas mãos salvam vidas”. Este projeto foi iniciado o ano passado, também nas comemorações do Dia Internacional do Enfermeiro, e que, devido ao grande sucesso que tem tido, está a ser replicado em escolas da área de influência do CHTS, ensinando de forma lúdica aos mais pequenos como salvar vidas.

Na Santa Casa da Misericórdia de São Bento de Arnoia, em Celorico de Basto, foi promovida pelos enfermeiros do Serviço de Medicina do Hospital de Amarante uma formação sobre suporte básico de vida e desobstrução da via aérea.

Em Amarante, também a 13 de maio, na Creche “O Miúdo”, a equipa de enfermagem da Unidade de Neonatologia realizou uma formação sobre medidas preventivas e de atuação em situações de engasgamento aos profissionais da creche e aos pais de crianças até 3 anos.

CHTS termina comemorações do Dia Internacional do Enfermeiro com jornadas em Amarante

Na manhã do dia 14 de maio, o Hospital de Amarante recebeu as Jornadas de Enfermagem, que serviram para assinalar as comemorações. O Prémio  ‘Enfermeira Arminda Mendes Costa foi entregue, como forma de distinguir e premiar os trabalhos de investigação na área de enfermagem realizados no Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS).

José Ribeiro, enfermeiro-diretor do CHTS, falou neste dia sobre o simbolismo dos trabalhos de investigação a concurso, todos com especial enfoque no doente, salientando que “o cuidar de doentes é a essência da enfermagem”.

“Este ano há uma novidade interessante, os cinco trabalhos submetidos foram todos centrados nos cuidados desenvolvidos no CHTS, com incidência nas patologias mais prevalentes desta área de influência, como o Acidente Vascular Cerebral (AVC) e a Doença Obstrutiva Crónica (DPOC)”, disse  Arminda Mendes Costa, a quem foi entregue o prémio. “Autogestão na pessoa com DPOC” foi o trabalho distinguido e é da autoria de Sílvia Vieira, enfermeira do Serviço de Medicina Interna – UF3.

“Só posso sentir orgulho em poder ser presidente de um hospital que tem enfermeiros deste calibre”, concluiu Carlos Alberto.

Luciano Monteiro, elemento da comissão organizadora, referiu-se às jornadas como “o culminar de inúmeras ações desenvolvidas pela enfermagem do CHTS que promoveram o encontro com a saúde e o bem-estar, sendo este o principal papel dos enfermeiros”.

Com mais de uma centena de participantes, a sessão de solene contou ainda com a presença de Lucinda Fonseca, vereadora da Saúde da Câmara de Amarante, Leonel Fernandes, representante da Ordem dos Enfermeiros, e o vice-presidente da Liga de Amigos do Hospital de Amarante.

Publicidade

Banner-Festival-Francesinha-Felgueiras-700x446

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta