Bullying e ciberbullying explicados a estudantes de Baião

Bullying e ciberbullying explicados a estudantes de Baião

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Baião promoveu, no passado dia 3 de maio, a última iniciativa em prol da campanha de sensibilização e prevenção para a problemática dos maus tratos na infância promovida pelo município: tratou-se da conferência subordinada ao tema “Violência escolar / Cyberbullying e comportamentos desviantes”, que se realizou no Auditório da Escola Básica e Secundária de Baião.

Direcionada aos alunos do 8º ano de escolaridade daquele Agrupamento de Escolas, a palestra teve como oradores Ana Rodrigues da Costa, docente da Universidade Fernando Pessoa, e o advogado e criminologista Pedro Proença.

Este último alertou os jovens para os perigos do bullying ou o ciberbullying,  explicando-lhes que se trata de “uma realidade social que afeta especialmente os adolescentes, com consequências imprevisíveis e às vezes mortais, que levam inclusive ao suicídio”.

Depois de ter exposto alguns dados estatísticos relacionados com o tema, Ana Rodrigues da Costa abordou particularmente a questão do cyberbullying. “É muito fácil estar atrás de um computador e ser-se um autêntico agressor cybernauta. Há muitos perfis falsos em contas de redes sociais, palavras de ódio e rancor em textos. A facilidade com que se fotografa e faz um filme nos dias de hoje, com que se partilham essas informações que circulam pela internet, é também uma forma de bullying”, salientou a docente.

A Câmara Municipal de Baião fez-se representar no evento pelo vice-presidente José Pinho Silva, que afirmou que a autarquia “tem como preocupação permanente denunciar e combater todas as formas de violência através, nomeadamente, de ações preventivas e educativas como esta”.

banner-felgueiras-600x229

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.