Publicidade

banner-baiao-festival-anho-700x259

Castelo de Paiva: Relatório de Gestão e Prestação de Contas de 2018 foi aprovado

Castelo de Paiva: Relatório de Gestão e Prestação de Contas de 2018 foi aprovado

No final do mês de abril, realizou-se a reunião ordinária do Executivo Municipal da autarquia de Castelo de Paiva, na qual foram aprovados os documentos do Relatório de Gestão e Prestação de Contas de 2018 do município.

Neste campo, o principal motivo de destaque foi a consolidação orçamental e a diminuição da dívida dos empréstimos a médio e longo prazos, que, em relação ao ano anterior, registou uma redução de 20 porcento, num total de cerca de um milhão e 462 mil euros.

Do relatório, foi salientado o investimento por parte do município nas funções sociais, que representou um esforço financeiro superior a 1,5 milhões de euros.

Gonçalo Rocha, presidente da autarquia paivense, afirmou que as contas apresentadas no relatório “refletem a continuidade da política de rigor, transparência e de boas contas municipais, do apoio social, da aposta na educação, da forte proximidade às famílias e do investimento controlado, essencial e de qualidade”.

Relativamente ao corrente ano, o município tem previstos, num total de 4,716 milhões de euros, os seguintes investimentos: a reabilitação da Avenida General Humberto Delgado; a reabilitação do Armazém Municipal; a requalificação da Estrada Municipal Casal – Venda Nova, em Fornos; a recuperação da Ponte das Travessas, em Real; a melhoria do acesso ao Monte/Capela de Santo Adrião; a ETAR de Castanheiras; a beneficiação dos Caminhos Municipais do Moinho; o abastecimento de água a Picotas; a requalificação do centro da vila de Sardoura; e a instalação da Loja do Cidadão no edifício do Tribunal Judicial.

A autarquia paivense tem ainda planeada, em conjunto com o município de Cinfães, a execução da empreitada de construção do Centro de Recolha Animal, bem como intervenções nas EB 2.3 de Sobrado e Oliveira do Arda, a requalificação da Rua Emídio Navarro, e na proteção da escarpa rochosa de S. Domingos. Está ainda prevista uma série de intervenções na rede viária municipal em zonas afetadas pelo incêndio ocorrido em outubro de 2017, identificadas pelo ICNF – Instituto de Conservação da Natureza e Florestas.

Publicidade

banner-lixa-noitebranca-700x273

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta