Publicidade

banner-baiao-festas-700x259

Celorico de Basto: Música e poesia foram as convidadas principais no 25 de Abril

Celorico de Basto: Música e poesia foram as convidadas principais no 25 de Abril

A Revolução dos Cravos foi celebrada em Celorico de Basto na noite de 24 de abril, no Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, que foi palco de iniciativas relacionadas com música e poesia.

No que a música diz respeito, foram recordados temas associados ao Dia da Liberdade, tais como “A Morte Saiu à Rua”, de Zeca Afonso, “Somos Livres”, de Ermelinda Duarte, ou “O Primeiro Dia”, de Sérgio Godinho. As canções foram interpretadas por um conjunto da Universidade Sénior, Francisco Costa, Tuna de Arnoia, Somos Minho e os Omnis.

Durante o evento, Afonso e Leonor, dois jovens do concelho, recitaram poemas como “Cantata da Paz” de Sophia de Mello Breyner Andresen, “Portugal Ressuscitado”, de José Carlos Ary dos Santos, ou “Dia da Liberdade”, de José Jorge Letria.

O espetáculo terminou com a interpretação da música de Zeca Afonso “Grândola, Vila Morena”, cantada em uníssono por todos os presentes.

Em jeito de balanço da iniciativa, Joaquim Mota e Silva, presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, recordou que o 25 de Abril foi “uma revolução que permitiu a instituição do regime democrático que hoje vivemos”. “Uma luta que deu voz, que permitiu que todos pudessem ser ouvidos, numa pluralidade de opiniões pelo bem comum”, acrescentou o autarca.

Publicidade

banner-lousada-700x262

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta