Celorico de Basto cria comissão para ajudar a assinalar marcos históricos da vila

Celorico de Basto cria comissão para ajudar a assinalar marcos históricos da vila

Este mês, cumprem-se 300 anos desde que a sede do concelho de Celorico de Basto se transferiu da aldeia do castelo (antiga Villa de Basto) para a atual sede, então designada por Vila Nova de Freixieiro.

Por sua vez, em 2020, vão celebrar-se os 500 anos da atribuição do foral ao concelho de Celorico de Basto.

De forma a assinalar estes marcos históricos, a autarquia local vai organizar um conjunto de iniciativas de índole cultural a fim de aprofundar o conhecimento e divulgação da história do concelho. Para esse efeito, foi criada uma comissão científica composta por várias figuras do município ligadas a essa área, a qual, segundo a autarquia, tem por missão “dar contributos para a elaboração do programa e sua concretização”.

A primeira reunião ocorreu no dia 30 de março, num almoço de apresentação da equipa, conjuntamente com o vereador da Cultura, Fernando Peixoto, e o diretor de Departamento, José Peixoto Lima.

Nessa ocasião, Fernando Peixoto deu conta do objetivo deste grupo recentemente criado. “A valorização da nossa história passa por torná-la conhecida e reconhecida por todos os munícipes e, por isso, contamos com uma comissão científica altamente capacitada, com um percurso profissional e académico invejável, que nos ajudará na elaboração do programa das celebrações dos 300 anos da mudança da sede do concelho da Villa de Basto para a Nova Vila de Freixieiro e dos 500 anos de atribuição do foral”, afirmou.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta