Castelo de Paiva: “Comandante Joaquim Rodrigues não mede esforços para fazer frente às tragédias”

Castelo de Paiva: “Comandante Joaquim Rodrigues não mede esforços para fazer frente às tragédias”

“Não poderíamos estar mais felizes do que hoje ao prestarmos, com casa cheia, uma homenagem ao profissional comandante Joaquim Rodrigues”, disse Marina Granja, presidente do Rotary Clube de Castelo de Paiva. Foi assim que iniciaram os discursos emotivos que se ouviram na homenagem ao comandante dos Bombeiros Voluntários de Castelo de Paiva, por parte do Rotary Clube do mesmo concelho.

Na passada sexta-feira, dia 22 de março, o Hotel Casa de São Pedro recebeu cerca de 80 pessoas para, num jantar convívio, prestar uma “singela homenagem” ao comandante da corporação de bombeiros que serve o concelho de Castelo de Paiva. “Um profissional que não mede os esforços para fazer frente às tragédias”, como a que assolou cerca de 80% da área verde em 2017, tal como explicou Marina Granja.

Para o Rotary Clube de Castelo de Paiva, é uma “obrigação” da população do concelho lembrar-se diariamente “do exemplo que o comandante dá enquanto pessoa e profissional”. 

No evento, todos os que quiseram endereçar algumas palavras ao comandante Joaquim Rodrigues tiveram oportunidade de o fazer. Vanessa Pereira, em representação do PSD de Castelo de Paiva, ressalvou que esta iniciativa rotária se evidenciou “espetacular por se lembrar de quem contribui para o bem social. E o comandante é uma dessas pessoas, que, com os seus homens, está na linha da frente a prestar auxílio”. 

A responsabilidade de um comandante dos bombeiros foi um dos pontos mais focados na cerimónia de homenagem, pelo facto de ser quem coordena a equipa e que garante “que nada falhe”.

A corroborar com esta opinião esteve o presidente da câmara municipal de Castelo de Paiva, Gonçalo Rocha, que se emocionou ao recordar a noite de 15 de outubro de 2017. Uma noite em que esteve lado a lado com o comandante Joaquim Rodrigues. “Foi mais uma prova de que os bombeiros deste concelho têm abraçado a sua causa e enaltecido e afirmado a responsabilidade que têm no distrito e no país”, disse.

Foram muitos os momentos difíceis que passamos um ao lado do outro para fazer o que era mais importante: salvar as vidas e, por isso, custa quando nos atribuem responsabilidades pelo que aconteceu”, salientou o presidente.

Mas para Joaquim Rodrigues, todo o seu esforço e dedicação para com os bombeiros só é possível pelo pilar que tem em casa – a sua família. A mulher, que ficou noites sem fim à espera de notícias do homem que sabia que estaria entre chamas, que ficou sempre à espera do seu regresso “com um sorriso e pronta a dar conforto”. Estas foram “as poucas palavras que restaram” ao fim de tantos discursos a enaltecer o seu trabalho.

“São 39 anos a ser bombeiro, lutei para o ser mesmo sem a aprovação dos meus pais. 15 desses fui comandante e vou continuar a honrar o nosso lema até que as forças me escapem”, frisou.

O trabalho que tem desenvolvido afirma ser um “trabalho conjunto” com o presidente dos bombeiros, João Dias, com o apoio da câmara, mas sobretudo dos seus homens e mulheres. Segundo o comandante Jorge Machado, da Proteção Civil, Castelo de Paiva tem o maior quadro de ativos do distrito e um dos maiores do país. “São 130 homens e mulheres, já não há disto no país, a média ronda os 80. Ter tanta gente também se deve ao comandante que têm, com uma relação que assenta na lealdade, e é isso que falha na sociedade”, expressou.

Um dos bombeiros de Castelo de Paiva mostrou a sua concordância com as palavras do comandante Jorge Machado. “O nosso comandante ensinou-nos a servir como ele serve esta casa. A nossa presença aqui deve-se a tudo o que nos ensina diariamente e nos faz acreditar”, disse o bombeiro Flávio.

O presidente dos Bombeiros Voluntários de Castelo de Paiva confessou que a homenagem do Rotary foi merecida. Isto porque “dá aos bombeiros todos os meios, toda a entrega” e faz com que o serviço desta corporação seja bem conseguido.

Publicidade

banner-lousada-700x262

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta