Academia de Patinagem do Marco é campeã e vice-campeã nacional e leva duas equipas ao ‘europeu’

Academia de Patinagem do Marco é campeã e vice-campeã nacional e leva duas equipas ao ‘europeu’

A Academia de Patinagem do Marco concluiu este domingo de forma positiva a participação no campeonato nacional de Show e Precisão com um segundo lugar alcançado pelo Quarteto Júnior com o tema “Velho Oeste”.

Com esta classificação, a equipa de Marco de Canaveses revalidou o título de vice-campeã conquistado no ano anterior e carimbou a passagem para o Europeu de Patinagem Artística, a decorrer este ano em Itália.

Juntam-se assim ao colegas do Grupo Júnior que ontem haviam já garantido a passagem para os ‘europeus’ com um primeiro lugar com o tema “Game of Thrones”, sagrando-se campeãs nacionais.

Já o Quarteto Juvenil concluiu a participação nesta prova com um quarto lugar, com o tema “O Conto das Sereias”, a décimas de atingir o terceiro lugar do pódio.

1º Lugar – Grupo Júnior – “Game of Thrones”

 

2º Lugar – Quarteto Júnior – “Velho Oeste”

 

4º Lugar – Quarteto Juvenil – “O Conto das Sereias”

‘Não podíamos exigir mais, foi extraordinário!’
José Maia, presidente da Academia de Patinagem do Marco, fez um balanço bastante positivo desta participação no Campeonato Nacional de Show e Precisão. “Nós tínhamos a expetativa bastante alta, mas partimos para um campeonato com 40 equipas e tudo podia acontecer. Felizmente, tudo correu muito bem, e as três equipas foram exemplares”.

O dirigente destacou a conquista do primeiro lugar pelo Grupo Júnior, algo que “era difícil, mas que conseguimos”. Quanto ao Quarteto Júnior, “esta é uma aposta da academia de há cerca de três anos e nós tínhamos a perspetiva de atingir o pódio. Não fomos os primeiros, mas foi merecido o segundo lugar”.

Por fim, o Quarteto Juvenil que terminou em quarto lugar, “mas a décimas do último lugar do pódio”, destacou José Maia, pelo que foi por pouco que esta formação não se qualificou para o europeu.

Joana Soares, treinadora da Academia de Patinagem do Marco fez também um balanço “muito positivo” desta participação, mas adianta que a ida ao campeonato europeu com dez atletas não será tarefa fácil. “Sendo as equipas italianas as mais fortes a nível europeu, sabemos que temos um grande trabalho pela frente. Vamos aproveitar para corrigir alguns aspetos e vamos trabalhar o que for necessário para garantir bons resultados”, referiu.

Vitor Almeida
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.