Celorico de Basto: XVI Festa Internacional das Camélias contou com milhares de visitantes

Celorico de Basto recebeu no fim-de-semana passado, dias 15, 16 e 17 de março, milhares de visitantes para participarem na XVI Festa Internacional das Camélias.

O certame arrancou na sexta-feira, com a receção dos participantes do V Raid das Camélias. No sábado a exposição/concurso abriu portas, apresentando 52 mesas na vertente ‘artística’ e na vertente ‘variedades’. No mesmo dia decorreu a eleição das princesas das camélias e da rainha das camélias.

Este evento contou também com decoração de murais, montras e varandas decoradas com camélias, espantalhos, o mercado de Camélias, com produtos derivados de camélias e produtos endógenos com destaque para o vinho verde, decoração suspensa, as mandalas, caminhadas pelos jardins de camélias, visita aos jardins de camélias, exposição de pintura de Vitor Resende, Aurora Bernardo e Alzira Relvas, e a presença do artista “Grafiter” Francisco Camilo.

Joaquim Mota e Silva, presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, sublinhou a importância do envolvimento de toda a população na organização deste certame. “Temos procurado valorizar e elevar o nível deste evento que conta, cada vez mais, com o envolvimento de toda a população, com enfoque para o Agrupamento de Escolas, entidades e associações que se envolvem com dedicação, empenho e muito brio para tornar o nosso concelho ainda mais atrativa”, disse.

No domingo, último dia de certame, decorreu o desfile temático que contou com a participação de 900 figurantes contemplando o Agrupamento de Escolas, com a EB2,3/S, o centro escolar da Vila, o centro Escolar da Mota, o Centro Escolar de Gandarela, o centro Escolar de Fermil, o jardim-de-infância de Moreira do Castelo e o jardim de Infância do Rego. Contou ainda com a presença do jardim de Infância da Santa Casa da Misericórdia, dos idosos do Celorico a Mexer, do Rancho Folclórico “os Amigos do Castelo”,  da Associação de Solidariedade Social de Basto com o Centro de Atividades Ocupacionais, do ATL e da Creche, e das bicicletas clássicas. Terminado o desfile decorreu a batalha das flores, um reavivar da batalha decorrida em 1918 e replicada pelo segundo ano consecutivo.

“Esta continua a ser das festividades mais internacionais promovidas neste concelho com participação ativa nas atividades promovidas. Tivemos os nossos amigos da Galiza, a alcadesa de Cambados, a visita dos nossos amigos de Houilles, concelho geminado com Celorico de Basto e do Brasil. As mesas decoradas estão cada vez mais aprimoradas sendo um ponto forte de atração para os milhares de visitantes que estiveram connosco durante estes dias”, concluiu Joaquim Mota e Silva.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.