Especial Mulher: Cristina Almeida passou de rececionista a empresária de sucesso

Especial Mulher: Cristina Almeida passou de rececionista a empresária de sucesso

“Atrás de um grande homem está sempre uma grande mulher”. Sem qualquer desprimor neste ditado, podemos começar por falar de Cristina Almeida.

Desde cedo começou a trabalhar porque queria ser independente. Sonhava em ter roupas à sua medida e ao seu gosto. Em outros tempos nem sempre era possível. Cristina queria ter as suas coisas sem pedir a ninguém. Aos 14 anos foi trabalhar para umas confeções e enquanto olhava pela janela a ver outras crianças a brincar, ganhava força para poder ter as suas roupas. Pedia ao chefe que a deixasse ficar depois da hora para fazer os seus modelos. Comprava-lhe os tecidos e dava asas à sua imaginação. Assim, bem de pequena começava a construir a sua independência sem nunca mais a largar.

Conheceu Paulo Ribeiro e iniciaram uma vida lado a lado bem jovens. A hoje empresária nem sempre o foi. Depois de casar, Cristina Almeida quis trabalhar para se manter independente. Foi rececionista numa clínica de análises. Mas queria mais. Queria contribuir para a casa de forma mais sustentada. Paulo Ribeiro estava a dar os primeiros passos num negócio próprio e Cristina Almeida sabia que o que ganhava era importante para assegurar a vida do casal. Por isso manteve o emprego na clínica, mas começou a ajudar assim que a Penagráfica nasceu. Era um sonho do marido que Cristina queria que resultasse. Dois anos a conciliar os dois empregos até que o sucesso da empresa a levou a entrar a tempo inteiro. Até hoje.

A empresária chegou e “pouco sabia de contabilidade, de máquinas, de impressão. O meu marido ensinou-me tudo, é verdade, mas eu também tinha muita vontade de aprender”, assumiu Cristina Almeida que hoje é um pilar fundamental na vida da empresa. É a mulher “das contas” e não há nada que entre ou saia da empresa que não passe pela sua “vistoria”. “Continuo sem querer perceber de impressão, da produção para dentro o Paulo sabe e trata, da produção para fora, o controlo tem de ser meu”, garantiu Cristina Almeida que enquanto conversava recebia telefonemas de clientes e fornecedores.

E estes no início, num mundo claramente de homens, duvidaram da sua capacidade. “Sim, no início houve clientes e fornecedores que olhavam de lado por ser mulher e estar a liderar os processos. Hoje reconhecem que sou fundamental na empresa”. Cristina Almeida adiantou ainda que “nem sempre o meu marido lidou bem como esta relação com os clientes e fornecedores homens. Tinha alguns ciúmes e tive de ser eu a tranquilizar”, explicou acrescentando que “num mundo de homens, ser mulher é complicado, e ser uma mulher vistosa mais ainda”. É que Cristina Almeida nunca passa despercebida. Alta, loira e bonita, por onde passa ninguém lhe fica indiferente. “Muitas vezes chorei por me olharem tanto. Não percebia o porquê, até com os meus filhos e marido ao lado, as pessoas ficavam a olhar e comentar. Isso magoou-me muitas vezes”, contou emocionada.

Os filhos são “a luz do meu dia e sofri muito por no início do negócio, quando eles eram pequeninos, não ter muito tempo para eles”, afirmou Cristina Almeida mãe que ainda hoje reclama pelo tempo que não dedicou aos filhos. Ainda assim, avançou que “sempre tentei que o pouco tempo útil que tinha, fosse aproveitado ao máximo para minimizar as ausências”.

A filha mais velha, Diana, foi desde pequena “uma amiga. Queria muito falar e ouvir a mãe. Até hoje, já adulta, é assim”. Já o filho mais novo, o Hugo, “não sentiu tanto a ausência porque a vida começou a estabilizar e conseguimos dar mais”.

Certa que nunca falhou aos filhos, acredita que está agora numa fase em que pode usufruir mais da vida. No entanto, “para além das férias que já conseguimos tirar mais vezes, continuamos a ter uma vida muito ocupada. O negócio é um desafio constante. Se quando começamos o Paulo precisava da minha ajuda, hoje dependemos um do outro para o bem do negócio”, garantiu a empresária que já vê no olhar do marido e sócio o reconhecimento do seu esforço e dedicação.

Publicidade

banner-lousada-700x262

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta