Dia da Mulher: “O Cancro da Mama, em toda a Europa, continua a ser o tumor mais frequente na mulher”

Dia da Mulher: “O Cancro da Mama, em toda a Europa, continua a ser o tumor mais frequente na mulher”

Mais um ano esta UNIDADE DA MAMA vem colaborar na  divulgação da Prevenção do Cancro da Mama num dia muito especial para a mulher.

Com a responsabilidade de cuidar da mulher no estudo de doenças da mama , também sentimos  igual responsabilidade de contribuir para  o esclarecimento das  mulheres no sentido de divulgar as medidas instituídas de rastreios e a sensibilização para esclarecimentos das diversas doenças da mama.

Apesar de muitos avanços científicos, infelizmente não podemos evitar ainda o cancro da  mama pois não  existe uma verdadeira Prevenção Primária;contribuiremos para uma Prevenção  Secundária, eliminando alguns factores de risco conhecidos, e com orientações  para um DIAGNOSTICO PRECOCE  que constitui um passo importante para contribuir para  a cura desta doença .

A MAMA suporta uma série de valores culturais e sociais ao longo da história da Humanidade.

É  um Símbolo da Maternidade,  Feminilidade e de Erotismo.

A mama é sede muitas lesões, mas nem sempre uma lesão nodular da mama é maligna, pois  cerca 80 % são lesões benignas!

Contudo  é sempre uma preocupação para a mulher e desperta grande ansiedade até um diagnóstico ser confirmado ou excluído .

O Cancro da Mama em toda a Europa continua a ser o tumor mais frequente na mulher.

É  uma verdadeira crueldade para a MULHER: a mama que contribuiu para perpetuar a descendência, que amamenta os seus filhos é a sede do tumor maligno mais frequente da mulher !!!

Em Portugal são diagnosticados 11 novos casos / dia, uma em cada 9-11 mulheres são atingidas por esta doença.

A partir dos 50 anos atinge uma incidência de 75 %, geralmente de causa hormonal;  porém, assiste-se actualmente a um maior numero de casos  de mulheres jovens (entre os 30 -45 anos), com causas ainda pouco esclarecidas, e sobretudo com diagnósticos mais tardios pelas dificuldades de uma diagnóstico mais precoce.

É um problema de saúde pública que tem grandes custos para o SNS.

Embora  a mortalidade tenha diminuído, graças a diagnósticos cada vez mais precoces (a importância dos Rastreios, mas  bem conduzidos !!  )  e melhores modalidades de tratamentos cirúrgicos e adjuvantes (Quimioterapia, Radioterapia e Hormonoterapia, Imunoterapia),  ainda temos em Portugal  mais de 1559 casos de mortes por ano.

A chave do diagnóstico consiste numa concordância entre os sinais radiológicos e o exame clínico associado a um alto índice de suspeição do Médico.  (desconfiar e  questionar-se ,  esgotar todos os meios disponíveis para um diagnostico  eficaz  e rápido,  e se tiver duvidas orientar para um centro de Especialidade de Doenças da Mama).

Se há especialidade médica em que o exame EXAME CLINICO é de uma importância fulcral é na Patologia Mamária , pois é um órgão acessível e deve  ser bem interpretado o que as nossas mãos identificam !!!

Não esquecer que a Mamografia tem 10 % de Falsos Negativos .

Deve-se  incentivar a mulher a realizar o auto-exame principalmente a partir dos 35-40 anos.

É preciso não ter medo e estar atento ao corpo, inclusive ás pequenas modificações  na mama.

Os tumores malignos das mama quando diagnosticados precocemente são curados em 80-90%.

Procure o seu médico assistente para a realização de MAMOGRAFIA periodicamente e associado a ECOGRAFIA conforme os grupos etários definidos internacionalmente.

Há alguns Factores de Risco Hormonais  que devem ser valorizados:

Atenção ao uso do AO  ( contraceptivos  ) nas jovens antes da  primeira gravidez num período continuo superior ou igual a 10 anos !

A primeira gravidez após os 35 anos !

A  Hormonoterapia  de Substituição na Menopausa por período superior a 3- 5 anos .

A melhor prevenção é o Diagnóstico Precoce.
Vamos prevenir para Vencer e Viver.

 

Dr. J. Fleming de Oliveira

Coordenador da UNIDADE DA MAMA do Hospital CUF PORTO

Ex- Prof . Assoc. Conv. de Cirurgia da Faculdade de  Medicina Universidade  do Porto

Ex- Consultor do Grupo da Mama do IPO Porto

Ex – Director de Departamernto de Cirurgia do HPH

Ex – Chefe de Serviço de Cirurgia

Publicidade

banner-lousada-700x262

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta