Amarante: Simulação de abalo sísmico realizada no Lar Residencial Amália Mota

Amarante: Simulação de abalo sísmico realizada no Lar Residencial Amália Mota

Recentemente, a Cercimarante realizou um um simulacro interno e uma ação de sensibilização no edifício do Lar Residencial Amália Mota (LRAM), ação que contou com a colaboração dos Bombeiros Voluntários de Amarante (BVA).

O exercício consistiu na simulação de um abalo sísmico, que provocou a derrocada de algumas partes do edifício. Na ação simulada, estiveram envolvidas pretensas vítimas, a quem foi providenciada a devida assistência.

Nesta iniciativa, participaram 12 bombeiros do Corpo de Bombeiros Voluntários de Amarante, nomeadamente elementos do Quadro de Comando, Equipa de Intervenção Permanente e EPS túnel Marão. Foram utilizadas duas ambulâncias de socorro, um veículo urbano de combate a incêndios e um veículo de comando operacional tático.

A acompanhar este simulacro, estiveram o presidente dos BVA, Adelmo Guimarães, e a diretora técnica do LRAM, Paula Pinto Monteiro.

Em comunicado, a Cercimarante fez um balanço “bastante positivo” da iniciativa, visto que “o simulacro e a ação de sensibilização decorreram conforme planeado, tendo sido possível concluir com sucesso os objetivos impostos”.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.