Paredes aposta na formação adulta com reforço na rede de Centros Qualifica

Paredes aposta na formação adulta com reforço na rede de Centros Qualifica

O Salão Nobre da Câmara Municipal de Paredes acolheu esta quinta-feira, dia 28 de fevereiro, a cerimónia de Assinatura do Protocolo Rede dos Centros Qualifica de Paredes.

A iniciativa foi presidida pelo secretário de Estado da Educação, João Costa, e pelo secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita.

Em declaração à imprensa, o secretário de Estado da Educação, recordou que “nunca é tarde para continuar a estudar”, afirmando que se trata de um processo permanente. “Os Centro Qualifica destinam-se, em primeira instância, a todos aqueles que não concluíram os seus estudos quando eram mais novos e que encontram aqui uma oportunidade para retomar estes percursos interrompidos”, constatou, destacando a  necessidade de “procurar mais formação adequada àquilo que são os territórios e as necessidades das empresas a nível local”.

O governante considera esta iniciativa como “uma resposta de justiça social”, afirmando que é uma forma de dar um “novo fôlego a pessoas de quem a sociedade desistiu quando eram mais novas”.

De acordo com João Costa estas dinâmicas municipais “são fundamentais” dirigindo uma palavra de felicitação à Câmara Municipal de Paredes “pelo que está a fazer a estas pessoas”.

Por sua vez, o secretário de Estado do Emprego, garantiu que, com o programa Qualifica, as pessoas têm “uma boa oportunidade para se qualificaram, para investirem nelas próprias, para recuperarem a autoestima e para terem resultados”.

Segundo este governante, o que os dados demonstram é que “pessoas mais qualificadas têm melhores salários e também têm uma progressão salarial ao longo da vida muito mais favorável do que pessoas com menor nível de qualificação”, acrescentando que estudar e investir na qualificação “compensa”.

Desta forma Miguel Cabrita classificou o papel dos Centros Qualifica como “uma porta de entrada”. “Os Centros Qualifica não são centros de formação, também têm formação, mas têm, acima de tudo, um papel de receber as pessoas, apoiá-las”, sublinhou.

Na sua intervenção o presidente da Câmara Municipal de Paredes, Alexandre Almeida, confirmou que este programa “foi muito bem instituído” e que “está a ser um sucesso”.

O autarca realçou a necessidade de adaptação, quer das pessoas que estão desempregadas, quer daquelas que têm um emprego. “Apesar do desemprego ter descido, há uma constante alteração de trabalho. As empresas que tínhamos há 10 anos não são as mesmas que temos agora. As pessoas têm de se preparar, porque a mudança no trabalho é uma constante e estando mais preparados, melhor estão para agarrar novas oportunidades”, defendeu, relembrando que continua a existir “falta de emprego qualificado em algumas empresas”.

Para Alexandre Almeida, não basta investir em equipamento e software da industria 4.0, é também necessário que as pessoas levem um “upgrade e isso passa por esta formação, para serem mais capazes de desempenhar as suas tarefas”.

banner-felgueiras-600x229

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.