Escolas de Felgueiras e de Penafiel destacam-se no ranking nacional “percursos de sucesso”

Escolas de Felgueiras e de Penafiel destacam-se no ranking nacional “percursos de sucesso”

A Escola Secundária de Penafiel e a Escola Básica e Secundária Dr. Machado de Matos, antiga EB/S de Felgueiras, obtiveram resultados dignos de destaque nos exames nacionais, segundo um estudo elaborado pelo PÚBLICO em parceria com a Universidade Católica.

Neste ranking, apelidado de “percursos de sucesso”, a Escola Secundária de Penafiel (197ª) obteve uma média de 10,62 valores no cômputo das provas que realizou, enquanto que a Escola Básica e Secundária Dr. Machado de Matos (198ª) registou 10,98 valores. Tendo apenas em consideração escolas públicas, estas foram as duas melhores classificações na sub-região do Vale do Sousa.

Em conversa com A VERDADE, Vítor Alexandrino, diretor da Escola Secundária de Penafiel, considerou que “é sempre bom ficar bem posicionado”, embora explique que estes dados nem sempre são representativos da qualidade do ensino praticado numa instituição. “Fiquei medianamente orgulhoso porque os rankings nem sempre coincidem com o trabalho das escolas. Há muitos outros fatores em causa”, explicou.

Ainda assim, Vítor Alexandrino enalteceu o trabalho do corpo docente e dos estudantes da escola que dirige, sendo este resultado fruto de “trabalho, muito trabalho”. “Temos alunos e professores empenhados e um ambiente favorável, com muitas pessoas que acreditam. Assim, aparecem os resultados”, referiu.

Já António Bragança, diretor da EB/S Dr. Machado de Matos, viu com bons olhos esta classificação, que, revela, vem no seguimento do que se tinha registado em 2017/18. “Quando soube, senti um grande orgulho e contentamento. Já vínhamos de um bom resultado do ano anterior, em que fomos a melhor escola do concelho de Felgueiras”, disse.

Quando questionado sobre qual o segredo deste sucesso, António Bragança referiu que “não há não há um único fator nem nenhuma poção mágica”, mas sim um “conjunto de fatores que contribuem para o sucesso dos nossos alunos”.

“Procuramos manter a mesma equipa docente na medida do possível, temos preocupações na elaboração de horários”, disse ainda o diretor.

Outro dos dos fatores que explica o sucesso desta instituição é o PEM – Programa de Exames Nacionais -, em que os professores lecionam “uma hora extra em todas as disciplinas que vão exame”. Esse compromisso por parte dos instrutores é exaltado pelo diretor: “há uma grande dedicação do corpo docente, que procede a um ensino de proximidade”, finalizou.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.