Baião realiza ações de fogo controlado nas serras do Marão e de Aboboreira

Baião realiza ações de fogo controlado nas serras do Marão e de Aboboreira

Foram levadas a cabo ações de fogo controlado nas serras do Marão e de Aboboreira, nos dias 13 e 14 de fevereiro. As ações decorreram numa extensão de 29 e 17 hectares, respetivamente.

Esta é uma estratégia do município de Baião que, a par dos anos anteriores, e tem como objetivo a defesa dos espaços florestais a prevenção da ocorrência de grandes incêndios rurais, a diminuição da área ardida percorrida por estes, assim como ambiciona promover a renovação de pastagens de uma forma sustentável e ordenada.

No local estiveram vários técnicos a controlar a ação, como  as Equipas de Sapadores Florestais, Equipas de Intervenção Permanente dos Bombeiros Voluntários de Baião e Santa Marinha do Zêzere, bem como o Grupo de Operações e Socorro da GNR (GIPS). A supervisionar estiveram os  técnicos credenciados em fogo controlado da Associação Florestal de Entre Douro e Tâmega (AFEDT) e do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Estas ações permitem, “para além de prevenirem a ocorrência de grandes incêndios, ajudar a evitar a sua progressão”, tal como salientou José Manuel Ribeiro, comandante da Proteção Civil Municipal.

Esta medida vem dar cumprimento à execução de parte da Rede Primária de Faixas de Gestão de Combustíveis, definida a nível Nacional, e do Plano Intermunicipal de Fogo Controlado para a Serra da Aboboreira e Plano de Fogo Controlado para a Serra da Marão, ambos aprovados pela Comissão Municipal de Defesa da Floresta de Baião.

Paulo Pereira, presidente da Câmara Municipal de Baião, garante que a autarquia está a fazer a sua parte. “Estamos a tentar cumprir os prazos que nos foram dados, 31 de maio, para a limpeza de mato junto à rede viária municipail”, disse Paulo Pereira, presidente da câmara.

Solicitou ainda que “os cidadãos cumpram a lei, ou seja, 15 de março que é o prazo para a conclusão da limpeza de terrenos em torno de edifícios”. Esta é uma forma “de evitar a multa pois as autoridades não vão facilitar”. “No ano passado conseguimos excelentes resultados juntos e, este ano, gostávamos de pedir o empenho de todos, novamente”, frisou Paulo Pereira.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.