José Pinto, autor do atropelamento em Paredes, fica em prisão preventiva

José Pinto, autor do atropelamento em Paredes, fica em prisão preventiva

Prisão preventiva para José Pinto, autor do atropelamento do passado sábado, dia 23 de fevereiro, em Rebordosa, no concelho de Paredes.

O homem foi ouvido na tarde desta segunda-feira, dia 25 de fevereiro, no Tribunal de Marco de Canaveses, sabendo-se agora que fica em prisão preventiva.

O homem, de 45 anos, estava com o filho de 13 anos na festa organizada pelo Moto Clube de Rebordosa, de onde foi expulso por mau comportamento. Quando saiu do local, alegadamente, dirigiu-se ao filho e perguntou: “Quantos é que vamos matar hoje?”.

Após esta situação, José Pinto pegou no seu carro e atropelou um grupo de cinco homens, danificando ainda outras viaturas que estavam estacionados no local onde decorria o evento.

De seguida deslocou-se ao posto da GNR de Lordelo onde apresentou queixa por agressão contra as pessoas que tinha acabado de atropelar. O homem foi, posteriormente, detido pela Polícia Judiciária.

Recorde-se que, dos cinco atropelados, Pedro Leal e José Nogueira foram os feridos graves que acabaram por não resistir na madrugada deste domingo, 24 de fevereiro. Ambos deixam filhos menores.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.