Paredes: Pedro Leal, vítima do atropelamento em Rebordosa, não resistiu a ferimentos graves

Paredes: Pedro Leal, vítima do atropelamento em Rebordosa, não resistiu a ferimentos graves

Pedro Leal, uma das cinco vítimas do atropelamento da tarde deste sábado, 23 de fevereiro, em Rebordosa, não resistiu aos ferimentos e acabou por falecer ao início desta madrugada no Hospital S. João, no Porto.

O jovem de 36 anos deixa uma filha menor e são já muitas as manifestações de pesar pelos amigos espalhadas nas redes sociais.

Natural de Baltar, Pedro Leal residia em Rebordosa, fazendo parte do Moto Clube local que na tarde deste sábado realizava mais um convívio.

A última publicação da vítima na rede social facebook aconteceu na sexta-feira, antecedendo a festa que estava a ser preparada de forma entusiasta.

O acidente aconteceu cerca das 16h34, na Rua das Cabaneiras, em Rebordosa, no concelho de Paredes. Cinco pessoas ficaram feridas, duas delas em estado grave. Pedro Leal era um dos feridos graves. José Nogueira continua nos cuidados médicos do Hospital Santo António, no Porto.

Duas outras pessoas foram ainda assistidas, em estado de choque.

Foto de Paulo Pinheiro

A Verdade
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.