Paredes: Desavença esteve na origem dos atropelamentos em Rebordosa

Paredes: Desavença esteve na origem dos atropelamentos em Rebordosa

Notícia atualizada às 20h50

Um desentendimento durante um convívio que decorria no Moto Clube de Rebordosa esteve na origem dos atropelamentos na tarde deste sábado, em Paredes.

Segundo uma fonte local, um indivíduo que estava na festa desentendeu-se com outros elementos presentes, terá saído do local e pegou no seu carro com matrícula holandesa e avançou sobre um grupo de pessoas.

O acidente aconteceu cerca das 16h34, na Rua das Cabaneiras, em Rebordosa, no concelho de Paredes. Cinco pessoas ficaram feridas, duas delas em estado grave. Duas outras pessoas foram ainda assistidas, em estado de choque.

As vítimas foram assistidas no local pelos Bombeiros Voluntários de Rebordosa, com oito viaturas, pelos Bombeiros Voluntários de Lordelo, com duas viaturas, pelas viaturas médicas de emergência e reanimação (VMER) do Vale do Sousa e do S. João e pela viatura de suporte imediato de vida (SIV) de Valongo.

Um dos feridos graves foi transportado para o Hospital de S. João e o segundo para o Hospital de Santo António. Os três feridos ligeiros foram levados pelos bombeiros para o Hospital Padre Américo, em Penafiel.

Ao que  Jornal A VERDADE apurou o condutor da viatura, que para além do atropelamento também abalroou várias viaturas em contramão, foi detido pelas autoridades e apresentava uma taxa de alcoolemia elevada.

A GNR de Lordelo e a Polícia Municipal de Paredes estiveram no local.

Fotos: Paulo Pinheiro

1 comentário

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

1 Comentário

  • Raul Lima
    24 Fevereiro, 2019, 13:02

    Apenas para retificar um erro da notícia aqui publicada: o carro não era de matrícula holandesa. Não sei onde eu que vão buscar estas informações! O carro é de matrícula inglesa.

    REPLY

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.