Castelo de Paiva: Secretário de Estado da Energia visitou Minas do Pejão

Castelo de Paiva: Secretário de Estado da Energia visitou Minas do Pejão

João Galamba, Secretário de Estado da Energia, Ambiente e Transição Energética, esteve na passada sexta-feira em Castelo de Paiva. A visita teve como objetivo analisar o estado atual dos trabalhos de mobilização e extinção que estão a ser realizados nos focos de combustão nas escombreiras das antigas Minas de Carvão do Pejão, em Germunde, em consequência do incêndio que ali deflagrou em outubro de 2017.

Para além do membro do governo, a ação contou com a presença de Gonçalo Rocha, presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, e de vários representantes da Empresa de Desenvolvimento Mineiro (EDM), em particular o presidente do conselho de administração, Rui Rodrigues.

O principal destaque da visita teve que ver com os trabalhos de mobilização e extinção do foco A3, tendo sido apresentados e analisados os constrangimentos dessas operações, bem como as soluções já implementadas. Estas incluem, sobretudo, medidas que visam minimizar os incómodos para a população envolvente, em particular ao nível da qualidade do ar.

 

 

João Galamba mostrou-se agradado pelo trabalho que está a ser ali desenvolvido, manifestando natural preocupação com esta questão ambiental. O governante, que visitou também a Casa da Malta e o Poço Germunde 1, demonstrou ainda o desejo de que o final desta intervenção, que começou há precisamente um ano atrás, possa estar para breve.

Dada a complexidade dos trabalhos de mobilização e extinção do foco A3, associada à localização e à imprevisibilidade inerente às características dos materiais depositados na escombreira, os técnicos da EDM reforçaram a necessidade de prolongar os trabalhos nesta zona do Couto Mineiro por mais dois meses. Durante este período, continuará a ser assegurada a monitorização permanente da qualidade do ar, cujos resultados são transmitidos à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte e às Autoridades de Saúde.

O subsolo está a arder no Pedorido desde os incêndios de 2017. As populações continuam sem informação apesar do perigo para a saúde pública. Precisamos de investimento no território para evitar desastres destes no futuro.

Publicado por Catarina Martins em Segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

 

Também Catarina Martins, líder do Bloco de Esquerda, esteve no passado dia 4 de fevereiro em Castelo de Paiva, para fazer uma visita às escombreiras em Pedorido. A bloquista esteve a ouvir as queixas dos moradores e pediu mais respeito pelos moradores “porque têm o direito de saber a qualidade do ar que respiram”. 

Disse ainda que as escombreiras são um problema em Castelo de Paiva mas recorda que é “apenas uma das várias do país”. Nesse sentido, referiu a necessidade de criação de um plano para evitar situações como esta.

 

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.