Marco de Canaveses: Mais de 100 pessoas observaram o sol em Tongobriga

Marco de Canaveses: Mais de 100 pessoas observaram o sol em Tongobriga

Em Santa Maria do Freixo, em Marco de Canaveses, há muito que observa o dia 2 de fevereiro como um dia especial. É o dia da padroeira daquela freguesia, a Nossa Senhora da Purificação e, pela importância dada pelos cidadãos a este dia, a junta de freguesia do Marco e a Estação Arqueológica do Freixo (um serviço da Direção Regional de Cultura do Norte) uniram-se em prol da celebração da efeméride.

Este é o dia em que, ano após ano, o sol se põe em perfeito alinhamento com o eixo central do fórum romano de Tongobriga.  As ruínas, que são Monumento Nacional desde 1986, foram tema de conversa no passado sábado, dia 2 de fevereiro, no restaurante Tongobriga . Neste dia de celebração, mais de cem pessoas participaram numa sessão que decorreu no restaurante e no fórum de Tongobriga.

Perante uma assistência maioritariamente constituída pelos habitantes de Santa Maria do Freixo – que, desde 2013, é parte integrante da freguesia do Marco – marcaram presença o Diretor Regional de Cultura do Norte, António Ponte, o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Marco de Canaveses, Mário Bruno Magalhães, e  Celso Santana, Presidente da Junta de Freguesia do Marco.

Usaram da palavra o António Lima, Coordenador da Estação Arqueológica do Freixo – que abordou, na perspetiva da história e da arqueologia, a importância e os significados do dia 2 de fevereiro. Neste âmbito, apresentou à plateia o tema “De que é feito o universo?”.

Debateu-se o significado do culto católico a Nossa Senhora da Purificação e a razão da sua celebração no dia 2 de fevereiro. Falou-se também da ancestral tradição de, nesse dia, se realizar uma procissão – a mais importante da paróquia – a ligar a igreja paroquial de Santa Maria a um cruzeiro situado nas proximidades do fórum de Tongobriga.

Abordaram-se as explicações possíveis para o facto de o fórum de Tongobriga, apesar de ser uma construção muito anterior
à Cristianização do Noroeste peninsular, ter uma orientação que foi, sem dúvida, determinada pelo alinhamento do Astro-Rei neste mesmo dia que, ainda hoje, é um dia de festa para o lugar e para a freguesia.

A sessão ficou marcada com a deslocação da plateia em direção ao fórum de Tongobriga, pelas 17h30, qual tiveram oportunidade de observar o pôr-do-Sol, em perfeito alinhamento com o eixo central de um recinto sagrado com dois mil anos de idade.

Já muito para além do cair da noite, quando a sessão terminou, ficou a promessa de voltar a celebrar este acontecimento no próximo ano.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.