Publicidade

banner-baiao-festas-700x259

Castelo de Paiva já tem um Rotary Kids para as crianças

Castelo de Paiva já tem um Rotary Kids para as crianças

O primeiro jantar do ano do Rotary Club de Castelo de Paiva ficou marcado pela criação do Rotary Kids, um movimento rotário destinado às crianças.

A presidente deste movimento dos mais pequenos é Leonor Maldonado, que fez um discurso pautado pelos valores que as crianças que agora constituem este novo grupo rotário em Castelo de Paiva querem manter.

“Queremos aprender e fazer o bem e ajudarmo-nos uns aos outros, pela nossa terra e que nos respeitamos”, disse a pequena rotária. Muitas das crianças que integram este grupo seguiram as pisadas dos pais.

Marina Granja, presidente do Rotary Club de Castelo de Paiva, salientou a importância dos pais em confiarem nos membros rotários as suas crianças. “[dia 11 de janeiro] juntamo-nos na primeira consoada de 2019, reunião de família ligada e pautada pelos sentimentos de solidariedade, lealdade e, resumindo-os numa palavra, em amor”, frisou.

Nesta fundação do Rotary Kids, o Governador do Distrito 1970, Joaquim Branco, esteve presente salientado que a aposta na juventude é uma mais valia. “É de destacar o apoio às causas corretas e o Rotary está a fazer o bem e está a fazê-lo bem feito a apostar na educação e na juventude completa o ramalhete”, explicou.

Leonor Maldonado, a presidente deste grupo de crianças que se juntou pelo Rotary, explicou quais os objetivos que tencionam defender: “Semear as ideias do Rotary entre os mais novos; aprender a sermos líderes; sabermos que a família é muito importante; viver o verdadeiro companheirismo, aprender a respeitar os direitos de cada um; reconhecer o mérito e a importância de todas as profissões; aprender que tudo o que fazemos deve ser feito de forma correta e ética; amar a natureza e fazer com que haja um melhor ambiente; aprender os valores de cidadania”.

Balanço de meio ano rotario com novidades

Na presença do governador, Marina Granja fez o balanço de meio ano da sua governação. Embora referisse que ainda muito está por fazer, iniciou o seu discurso salientando que foi meio ano de luta porque “ser rotária à séria é fazer muito sacrifício, arranjar disponibilidade, sermos leais e frontais, tolerantes”.

Neste meio ano, Marina Granja destacou o aumento do quadro social com “duas entradas de duas senhoras e vai entrar mais gente ainda” na sua presidência. “Inauguramos o desfibrilhador no Agrupamento de Escolas de Castelo de Paiva“, salientando o trabalho dos membros do Rotary visto que conseguiram uma “parceria entre a câmara e as juntas para a limpeza do Rio Sardoura e reflorestação do monte de são domingos em março, em parceria com Arouca e Santa Maria da Feira”.

Publicidade

banner-lousada-700x262

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta