Autoridades continuam sem saber do paradeiro de jovens desaparecidos

Autoridades continuam sem saber do paradeiro de jovens desaparecidos

Dois jovens continuam desaparecidos desde segunda-feira, dia 7 de janeiro. Érica Pereira, natural de Amarante, e António Alves, de Felgueiras, têm ambos 17 anos e desapareceram sem deixar rasto.

A GNR de Amarante, Felgueiras e Lixa estão à procura dos menores mas ainda não conseguiram descobrir o seu paradeiro.

Os pais dos desaparecidos estão “a ficar desesperados, porque já são quase cinco dias” sem notícias dos seus filhos. Após a divulgação do caso, têm aparecido alguns populares que afirmam terem visto as crianças, tal como indicou a mãe do rapaz, Estefânia Alves. No entanto, “mesmo com a ajuda das autoridades, nenhuma pista foi válida até agora”, mostrando-se igualmente grata pela preocupação da população em ajudar.

Ontem, dia 9 de janeiro, a PJ esteve com os familiares dos menores na antiga casa de António Alves mas “não surgiu nenhuma pista”, contou a Estefânia Alves.

Recorde-se que os menores tinham terminado uma relação de dois anos recentemente. A última vez que foram vistos, os jovens estavam juntos em casa de António Alves. Na ausência momentânea da mãe do rapaz, o casal saiu.

António Alves ainda foi contactado por volta das 21 horas de dia 7 de janeiro mas, após isso, os telemóveis de ambos os desaparecidos deixaram de dar sinal de ligados. A família de Érica Pereira também não teve mais contacto com a menor.

Saiba mais sobre o caso em:

https://www.averdade.com/2019/01/09/jovem-desaparecido-em-felgueiras-so-levava-a-roupa-que-tinha-no-corpo/

https://www.averdade.com/2019/01/09/pais-de-menores-de-amarante-e-felgueiras-em-panico-com-desaparecimento/ 

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.