Baião: Mosteiro de Santo André tem 90 presépios para visitar gratuitamente

Baião: Mosteiro de Santo André tem 90 presépios para visitar gratuitamente

As crianças da catequese da paróquia de Ancede, em Baião, criaram 90 presépios que vão estar expostos dois dias por cada uma das semanas do mês de janeiro.

A grande atração é um presépio com 16 metros, da autoria do padre Francisco.  O pároco costumava construir o presépio em sua casa num espaço de oito metros, que se começou a tornar demasiado pequeno para a envergadura que a escultura atingiu. Por esse motivo, a autarquia decidiu associar-se à iniciativa e cedeu à paróquia de Ancede um espaço no Mosteiro de Santo André que alberga toda a exposição.

O presépio construído tentou que nenhum pormenor fosse deixado para trás: há paisagem serrana, com o presépio no cimo, habitações espalhadas pela encosta e um vale com campos agrícolas, composto com algumas miniaturas animadas como é o caso do lenhador, que estimulam o imaginário de todas as idades.

Ao longo de todo o presépio são retratados vários ofícios antigos da época do nascimento de Jesus, como camponeses, oleiros, almocreves, padeiros e outros, numa simbiose perfeita. A escultura é uma verdadeira cidade dos tempos antigos, repleta de magia, de história e de cor.

A exposição estará aberta nos dias 5 e 6 de janeiro (entre as 14h30 e as 17h30); 12 e 13 de janeiro (14h30 às 17h30) e no dia 26 de janeiro (19 horas às 22 horas), dia em que muitos cantadores vão rumar à tenda do Mosteiro de Santo André de Ancede e cantar as janeiras, uma tradição concelhia muito apreciada e concorrida.

Para além das horas mencionadas, que são da responsabilidade da Paróquia de Ancede, relembramos que pode visitar o Mosteiro de Santo André de quinta-feira a domingo das 9 horas às 13 horas (última entrada para visita às 12 horas) e das 14 horas às 17 horas (última entrada para visita às 16 horas). Também nestas horas, a guia turística do Museu terá todo gosto em mostrar a exposição de presépios.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.