Militar da GNR de Penafiel detido por violência doméstica à ex-companheira

Militar da GNR de Penafiel detido por violência doméstica à ex-companheira

Um militar da GNR foi detido no quartel de Penafiel pela suspeita da prática de crimes de violência doméstica, dano e furto.

O homem, que pertence à Unidade do Destacamento de Trânsito, em Penafiel, terá sido detido dois dias depois de regressar ao serviço depois de ter estado de baixa médica, que durou três anos, por problemas psicológicos, avança o Jornal de Notícias deste domingo.

De acordo com a mesma fonte, estes três anos em que o militar esteve de baixa correspondem ao tempo em que perseguia a ex-mulher, incorformado com a separação. O suspeito, com 43 anos, chegou a usar ácido num ataque ao carro do namorado da antiga companheira e é ainda suspeito de ter assaltado a residência da ex-mulher na noite de ano novo.

Segundo o JN, o GNR nunca aceitou a separação, que aconteceu depois de mais de cinco anos de relacionamento, e começou a persegui-la de forma constante.

A mulher de 33 anos, desesperada com esta perseguição, tentou o suicídio.

Após ser internada no Hospital Padre Américo, a sua situação foi denunciada à GNR, tendo o Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas de Penafiel tomado conta da ocorrência e reuniu todas as provas para sustentar o mandato de detenção, emitido pelo Ministério Público.

 

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.