Paços de Ferreira: Mulher foge com os filhos para a GNR após 20 anos agressões

Paços de Ferreira: Mulher foge com os filhos para a GNR após 20 anos agressões

A violência doméstica assombrou durante 20 anos a vida de uma mulher de 48 anos que, em véspera de Natal, decidiu passar a noite junto da GNR  a fim de alcançar proteção para si e para os seus filhos após uma nova agressão e mais violenta, por parte do seu marido, que a fez temer pela vida.

O caso aconteceu em Paços de Ferreira. A mulher preparava-se para juntar a família à mesa na tradicional consoada de Natal quando o seu marido lhe tentou bater. O filho mais velho, que tinha regressado a casa depois de estar uns meses emigrado, assistiu ao acontecimento e protegeu a mãe, envolvendo-se em confrontos com o pai.

As agressões intensificaram-se e, temendo pela vida de todos, a mãe dirigiu-se ao posto da GNR com os seus filhos. No entanto, o agressor voltou a procurar a mulher no dia de Natal, tendo ameaçado matar a mulher em frente aos militares da GNR, tal como indica o Jornal de Notícias.

Repetiu a ameaça aos elementos do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR de Penafiel após estes terem sido chamados para intervir. Após ser interrogado pelo juiz de instrução criminal, o homem foi colocado em prisão preventiva.

O caso foi relatado pelo JN que conta que a mulher escondeu durante 20 anos as agressões do seu marido. Quando a violência deixava ferimentos que necessitavam de tratamento hospitalar, a vítima alegava outros incidentes mas sem denunciar o agressor.

A mulher e o filho mais novo foram colocados numa casa-abrigo, longe do agressor.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.