Hospital Tâmega e Sousa fez soar as sirenes em homenagem a Daniela Silva

Hospital Tâmega e Sousa fez soar as sirenes em homenagem a Daniela Silva

O INEM e a as equipas da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de todo o país fizeram tocar as suas sirenes pelas 19 horas de ontem, dia 18 de dezembro, numa simbólica homenagem às quatro vítimas que seguiam no helicóptero que se despenhou no passado sábado, em Valongo, entre elas Daniela Silva, natural de Baltar, em Paredes.

O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, em Amarante, também se juntou a esta homenagem, fazendo soar as suas sirenes. Foram várias os profissionais de saúde do CHTS, bem como da equipa da VMER e dos bombeiros, que se juntaram no heliporto para esta homenagem aos profissionais que perderam a vida no acidente. Recorde-se que a enfermeira Daniela Silva colaborou durante vários anos na SIV Amarante.

“A homenagem, no heliporto do Hospital de Amarante, em memória da enfermeira Daniela Silva, que fez parte da SIV Amarante, do médico Luís Vega, do piloto João Lima e do copiloto Luís Rosindo que perderam a vida no sábado, em Valongo”, pode-se ler na publicação do vídeo do momento da homenagem.

A homenagem, no heliporto do Hospital de Amarante, em memória da enfermeira Daniela Silva, que fez parte da SIV Amarante, do médico Luís Vega, do piloto João Lima e do copiloto Luís Rosindo que perderam a vida no sábado, em Valongo.#INEM #CHTS #HospitaldeAmarante #SIVAmarante #BVAmarante #BVVilaMeã

Publicado por Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa em Terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Foram ainda lançados quatro balões brancos para o céu, momento que gerou emoção diante dos que estavam presentes.

Depois do toque das sirenes o silêncio permaneceu durante um minuto em memória das vítimas. Ao fim de um minuto, as sirenes voltaram a ser acionadas por mais alguns segundos.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta