Marco de Canaveses: Emanuel Rochinha tem o sonho de representar Portugal numa prova internacional

Marco de Canaveses: Emanuel Rochinha tem o sonho de representar Portugal numa prova internacional

Foi há dois anos que Emanuel Rochinha começou a sua aventura pelo culturismo. Atleta desde a adolescência, iniciou o seu percurso no futebol, sendo profissional no Celoricense Futebol Clube.

Depois de arranjar emprego na sua cidade Natal em Marco de Canaveses, o jovem ainda conseguiu conciliar a paixão com o futebol durante algum tempo. No entanto teve de desistir. “Foi muito difícil abandonar aquele desporto porque eu adorava futebol”, admitiu.

Sem deixar de praticar desporto, Emanuel Rochinha decidiu dedicar-se ao ginásio, onde descobriu a nova paixão, o culturismo. “Depois de dois anos no ginásio surgiu a vontade de me tornar atleta profissional”, confidenciou.

Iniciou então o seu percurso neste novo desporto, onde já conquistou vários prémios a nível nacional. De acordo com o atleta o mais difícil é a preparação que “precisamos de muita força psicológica. A alimentação é muito rigorosa e é crucial para atingirmos os objetivos pretendidos. E a parte mais difícil, mas também a mais importante”, explicou.

Questionado sobre o que o fascina neste desporto, Emanuel Rochinha não tem dúvidas e aponta a evolução e os resultados. “Estamos vários meses para nos preparar, no último mês estamos mais fortes e essa é a parte que mais gosto”, realçou.

Apesar de ser um apaixonado por este desporto, o atleta marcoense recorda que há a necessidade de haver um timing para o corpo. “O nosso corpo pede para descansar, sentimos essa necessidade. Temos de o fazer senão um dia mais parte podemos pagar um preço muito alto”, referiu.

Com uma nova época a iniciar, Emanuel Rochinha tem como principal objetivo participar numa prova internacional, em Inglaterra. “Primeiro tenho os nacionais em Lisboa, mas o meu sonho é ir a Inglaterra representar Portugal, vai ser a primeira prova internacional que vou participar”, destacou.

No que respeita à internacionalização, o culturista mencionou a necessidade de ajudas e patrocínios para a concretizar. “É um desporto muito caro, preciso de ajudas. Conto com ajudas de vários patrocínios mas tenho de conseguir mais para esta prova”, sublinhou, acrescentando a necessidade de manter, ou até melhorar, a condição física da prova de Lisboa para a de Inglaterra.

A treinar todos os dias, Emanuel Rochinha promete levar o nome de Marco de Canaveses cada vez mais alto, quer a nível nacional, quer a nível internacional.

banner-felgueiras-600x229

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.