Penafiel com traça de Havana leva RTP a escolher a cidade para as gravações da nova série

Penafiel com traça de Havana leva RTP a escolher a cidade para as gravações da nova série

A cidade de Penafiel evidencia semelhanças a Havana, capital de Cuba, local para onde remetem as filmagens da nova serie da RTP, intitulada “O NOSSO CÔNSUL EM HAVANA”. Penafiel foi a escolhida para as gravações de parte da série que fala sobre a passagem de Eça de Queiroz pela cidade cubana, em 1872.

As gravações aconteceram na avenida junto aos Paços do Concelho Câmara Municipal de Penafiel, Assembleia Penafidelense e no Hotel do Inatel de Entre-os-Rios, visto que a produtora da RTP considerou que seria o cenário ideal para remeter à passagem de Eça por Havana.

A série televisiva vai ser composta por 13 episódios que estão a ser gravados em várias cidades de Portugal, tais como Penafiel, Ílhavo, São Pedro do Sul e Castelo de Vide e ainda Espanha e Cuba. A intenção da serie é falar da fase de vida menos conhecida de Eça de Queiroz enquanto cônsul em Cuba.

Antonino de Sousa, presidente da câmara municipal de Penafiel, esteve a assistir às filmagens que aconteceram no dia quatro naquela cidade. Após as mesmas, o autarca mostrou-se satisfeito pela escolha da RTP, uma vez que espelha a preservação do património de Penafiel.

“É um projeto de excelência, associado à RTP e que tem um selo de qualidade muito importante, ficamos contestes pela opção pelo Inatel de Penafiel e pelas filmagens noutros locais da cidade, como a Avenida”, frisou.

O autarca relembrou ainda que Penafiel foi, em 2017, considerado pela Sociedade Portuguesa de Autores, o município congratulado com o prémio de melhor programação cultural autárquica do país.

As gravações englobam o Grupo de Teatro das Termas de S. Vicente e a Fundação Inatel 

Durante os discursos que procederam às filmagens várias personalidades teceram comentários ao facto de a série televisiva integrar no seu elenco “o Grupo de Teatro das Termas de S. Vicente visto que é uma oportunidade que não acontece todos os dias”, tal como ressalvou o autarca local.

O facto de terem menos experiência não prejudica nada, quando se tem vontade de fazer bem faz-se, disse Francisco Manso, realizador.

Francisco Manso é o realizador da série “O Nosso Cônsul em Havana”, que tem data de estreia prevista para 2019, e tem no seu elenco atores como Elmano Sancho (que interpreta Eça de Queiroz), Joaquim Nicolau, Leonor Seixas e Luísa Cruz e ainda atores amadores locais e figurantes do concelho de Penafiel.

A Fundação Inatel, representada por Francisco Caneira Madelino, considera esta ação “muito importante” tendo em conta que Eça é um nome incontornável e de grande dimensão.

“É muito importante estimular-se a cultura, porque ela é um fenómeno contínuo, entre ao passado, o presente e até o futuro”, disse Francisco Caneira Madelino, salientando que Eça de Queiroz é um retrato do estado do país do século XIX.

Ao mesmo tempo, as gravações da série foram encaradas como uma estratégia de marketing, segundo o Inatel, por considerar que a população portuguesa associação a fundação a uma faixa etária elevada, e não aos mais jovens. Consideraram, assim, que este é um meio para “tirar permanentemente as teias de aranha da imagem da Fundação Inatel”.

No dia 4 de dezembro, a produtora repetiu uma das cenas que tinha sido gravada, na Assembleia penafidelense, onde os atores estiveram em contacto direto com os jornalistas presentes.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.