Celorico de Basto assinala Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Celorico de Basto assinala Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Celorico de Basto vai assinalar esta segunda-feira, dia 3 de dezembro, o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. Numa sessão designada “Conversas Com Sentido”, sobre o tema “Vamos ganhar a luta contra a violência sobre pessoas com deficiência”, esta iniciativa terá lugar no Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, pelas 15h.

A ação contará com a presença do provedor Intermunicipal do Cidadão com Deficiência da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, Carlos Fernando Peixoto, com um técnico/a da APAV- Braga, com o ativista dos direitos das pessoas com deficiência, membro da Comissão Coordenadora dos (d)Eficientes Indignados e da direção do Centro de Vida Independente, Rui Machado e com a conselheira Municipal para a Igualdade, Helena Martinho.

Segundo nota enviada ao Jornal A VERDADE, o evento surge de uma organização entre o município de Celorico de Basto e o CLDS3G e encontra-se enquadrado na III Semana para a Igualdade.

O presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, será o responsável pela sessão de abertura. O autarca destacou a importância de eventos deste género quando está em causa a “igualdade de oportunidades, de direitos, numa sociedade que tem que aprender a respeitar cada um de igual forma, nas suas diferenças. É preciso de facto, refletir nestes temas e combater todas as formas de violência que muitos vivem diariamente”.

O evento pretende despertar para a temática levando ao debate público num contexto de reflexão onde sejam encontradas estratégias e desafios que combatam eficazmente a violência que assola, tantas vezes, a pessoa com deficiência. “Não pretendemos apenas sensibilizar, pretendemos com isto levar a uma tomada de posição, uma reflexão conjunta que leve a alterar comportamentos, normas, leis, sensibilidades. Pretendemos chegar a conclusões efetivas do que fazer para erradicar a violência sobre a pessoa com deficiência, praticando a verdadeira inclusão”, explicou Carlos Peixoto, provedor Intermunicipal para o Cidadão com deficiência da CIM-TS.

A ação é aberta à população mas dirige-se preferencialmente a públicos estratégicos nomeadamente responsáveis e técnicos de instituições locais, elementos da Rede Social Local e da Rede Integrada de Intervenção em Violência Doméstica.

No mesmo dia, o Centro de Atividades Ocupacionais, irá desenvolver uma ação de rua, com os utentes que integram a instituição, com o intuito de promover a inclusão e pessoas portadoras de deficiência e a convivência social.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.