Competitividade no Tâmega e Sousa discute-se hoje em Cinfães

Competitividade no Tâmega e Sousa discute-se hoje em Cinfães

Apostar na diversidade de produtos que a região do Tâmega e Sousa dispõe “nos produtos endógenos” foi a mensagem de Armando Mourisco, autarca de Cinfães, município que acolhe hoje o Fórum para a Competitividade do Tâmega e Sousa.

O também presidente da Comunidade Intermunicipal da Região do Tâmega e Sousa, na mensagem de boas-vindas, destacou igualmente como uma vantagem “as características diferenciadoras do território”.

Já Fernando Freire de Sousa, presidente da Comissão de Coordenação de Desenvolvimento Regional do Norte, salientou a importância da região do Tâmega e Sousa como pólo dinamizador da economia.

A região representa 8% das exportações da região Norte, com o município de Felgueiras a liderar com 3,6% das exportações, destacando a janela de oportunidades com os 512 milhões de consumidores existentes na Europa, os 10,3 milhões em Portugal e os 418,8 mil habitantes na região do Tâmega e Sousa.

A fixação dos jovens na região foi igualmente foco de atenção do dirigente da CCDR-N, aproveitando o facto de ser “a sub-região mais jovem do Norte, com um rácio de 1,2 idosos por cada jovem”. Aliás, “três dos 86 municípios da região Norte têm mais jovens que idosos”, e destacou Lousada, Paços de Ferreira e Paredes.

Freire de Sousa salientou ainda que este facto deve ser valorizado, mas a região “tem de fazer mais pela vida”.

Vitor Almeida
ADMINISTRATOR
PERFIL

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *

Cancelar resposta

Apoie o jornalismo de qualidade.
Faça uma doação para este projeto.